Alberto caeiro

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 4 (808 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 1 de dezembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Alberto Caeiro é, dos heterónimos de Fernando Pessoa, aquele que é considerado "o mestre dos outros", por ser o único que , por valorizar os sentimentos em detrimento do pensamento, consegue serfeliz.
O sujeito poético cinge-se à percepção imediata do mundo real, privilegiando a percepção através dos cincos sentidos (sensorial) "Sinto com os olhos e com os ouvidos/ E com as mão e os pés/ E como nariz e a boca") a comunhão com que a natureza tem de mias pura (Panteísmo: "Pensar um flor é vê-la e cheira-la") e o seu hábito de andar sem rumo (Deambulismo: Tenho o costume de andar pelasestradas").
O sujeito lírico, por admitir "Sinto o meu corpo deitado na realidade/Sei a verdade e sou feliz" admite que, por dar valor *a natureza e aos sentimentos, desvalorizando a razão , completa-secom a simplicidade das sensações que o mais natural lhe tramite.

"Álvaro de Campos representa o típico poeta da modernidade, da civilização e da técnica do mundo contemporâneo"
Álvaro de Campos é,dos heterónimos pessoanos, o que mais exalta os seus sentimentos. Neste excerto está presente a fase Futurista/Sensacionista.
O sujeito poético canta o trinfo da máquina e da civilização moderna,deseja materializar-se "se completo como uma máquina!" e é quase conduzido à conotação sexual "Possua-vos como a uma mulher bela". O sensacionismo é exprimido ao longo de toda esta fase, desejando o"eu" poético "sentir tudo de todas as maneiras" e quase alucina com este sensacionismo febril "Dentro e fora de mim" chegando a expressar o sadomasoquismo. O futurismo manifesta-se na sua escrita, com ouso de onomatopeis, odes diferentes das clássicas, uso de interjeições, exclamações, entre outras.
Álvaro de campos quer ser tudo no mesmo tempo.

"Mensagem" é a obra épica-lírica pessoanaconstitu+ida por quarenta e quatro poemas, curtos, divididos em três partes: "brasão" (nascimento da nação), "Mar Português" (apague-Descobrimentos) e "O encoberto" (Morte da pátria).
Esta terceira parte...
tracking img