air bag

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 5 (1193 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 17 de novembro de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
Cintos de Segurança

Conceitos

História

Especificações técnicas

Conceitos

•Segurança Ativa

•Segurança Passiva

Conceitos
Dinâmica do acidente
(ocupante de 75 Kg)
Veiculo freando @ 50 Km/h e zerando a velocidade em 20 metros.

V² = 2 a d
V=13,89 m/s
d=20 m
a= 4,8 m/s² ou 0,5 G
F= m a = 37,5 kg
Veiculo se chocando contra barreira rigida @ 50 Km/h

V²= 2 a d
V=13,89 m/s
d=0,5 m
a= 19,3 m/s² ou 19,7 G
F= m a = 1478 Kg.

Dinamica dos Ocupantes
INDEFORMÁ
IMPACTO FRONTAL CONTRA BARREIRA INDEFORMÁVEL (BLOCO DE CONCRETO) A 5O KM/H

MOTORISTA
SEM
CINTO DE
SEGURANÇA

MOTORISTA
COM
CINTO DE
SEGURANÇA

Dinâmica dos Ocupantes
(grande
pesado)
IMPACTO FRONTAL (grande severidade ou ocupante muito pesado)

MOTORISTA COM CINTO DE SEGURANÇAVelocidade de impacto da cabeça atenuada

Redução da Ocorrência de
Lesões Fatais
50
40
30
20
10
0

% DE REDUÇÃO DE LESÕES FATAIS

45%
CINTO DE
SEGURANÇA

50%
CINTO + AIR BAGS

CLASSIFICAÇÃO DAS LESÕES
ESCALA ABREVIADA DE LESÕES (AIS)

AIS*
1
2
3
4
5
6
9

LESÕES
COMENTÁRIOS
LEVES
MODERADAS
SEVERAS
SEM RISCO DE VIDA
GRAVES
COM RISCO DE VIDA
(SOBREVIVÊNCIAPROVÁVEL)
CRÍTICAS
COM RISCO DE VIDA
(SOBREVIVÊNCIA IMPROVÁVEL)
FATAIS
DESCONHECIDAS
O DESENVOLVIMENTO DE SOLUÇÕES NA ÁREA DE
SEGURANÇA VEICULAR VISA REDUZIR A PROBABILIDADE
DE OCORRÊNCIA DE LESÕES ACIMA DE AIS 3
* - CONFORME NORMA ABNT 6061

CRITÉRIOS DE LESÕES
CABEÇA
•HIC (CRITÉRIO DE LESÃO)
•ACELERAÇÕES

PESCOÇO
•FORÇAS
•MOMENTOS

TÓRAX
•ACELERAÇÕES
•COMPRESSÃO
•V*C (CRITÉRIODE LESÃO)

TIPOS DE DUMMIES

5% - MULHER ADULTA PEQUENA (56 kg)
50%- HOMEM ADULTO MÉDIO (75 kg)
95%- HOMEM ADULTO GRANDE (110 kg)

Histórico

Reduz o risco de lesões sérias ou fatais
em aproximadamente 45%
Apenas nos EUA, os cintos de segurança salvam
mais de 10.000 vidas anualmente e evitam mais de
200.000 lesões graves
Entretanto, em colisões à alta velocidade, lesões nas costelase
abdomen podem acontecer, especialmente se o cinto não estiver
corretamente posicionado
Estes riscos são minimizados com a utilização de
pré-tensionadores e limitadores de carga

Histórico
1930's: Médicos americanos equipam seus veículos com cintos sub-abdominais e
solicitam
que as montadoras os disponibilizem em seus veículos
1954 : O Clube de carros esportivos dos EUA exigem que oscompetidores usem o
cinto
1955 : Lei na Califórnia requer que os veículos saiam de fábrica com cintos de
segurança
1957 : Volvo disponibiliza cintos diagonais de dois pontos para as posições frontais
na Suécia
1958 : Volvo também disponibiliza cintos diagonais de 2 pontos para as posições
traseiras
1959 : O cinto de 3 pontos é utilizado como equipamento standard nos veículos
Volvo(Suécia)
1961 : SAE elabora a 1ª norma para os cintos utilizados nos EUA
1963 : Volvo introduz o cinto diagonal de 3 pontos nos EUA

Histórico
1964 : 50% dos estados Americanos estão exigindo ancoragem dos cintos. Quase
todos fabricantes estão disponibilizando o cinto sub-abdominal para as posições
frontais
1965 : 100% dos carros Americanos estão com o cinto sub-abdominal nas posições
frontais1968 : Volvo disponibiliza o retrator com trava de emergência na Suécia - frontal
1969 : Volvo disponibiliza o cinto diagonal de 3 pontos para todos veículos na
posição traseira
1969 : No Brasil, é editada a lei 391/68 tornando obrigatório o uso e instalação de
cintos
1971 : Volvo disponibiliza o retrator com trava de emergência na Suécia - traseira .
FMVSS 208 é editada nos EUA e requer ainstalação de cintos (frontais) a partir de 1973
1974 : NHTSA requer o cinto diagonal de 3 pontos frontal. Utilização de retratores
com trava de emergência

Histórico
1985

: No Brasil, o cinto de segurança é equipamento obrigatório, com os seguintes
requisitos:
- cinto tipo 3 pontos com retrator nos assentos dianteiros próximos às

portas;
- cinto tipo 3 pontos com ou sem...
tracking img