Aids

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 7 (1700 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 30 de março de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
Introdução: sabendo mais sobre AIDS e HIV
A sigla AIDS significa Síndrome da Imunodeficiência Adquirida. O vírus  da Aids é conhecido como HIV e encontra-se no sangue, no esperma, na secreção vaginal e no leite materno das pessoas infectadas pelo vírus. Objetos contaminados pelas substâncias citadas, também podem transmitir o HIV, caso haja contato direto com o sangue de uma pessoa.
Após ocontágio, a doença pode demorar até 10 anos para se manifestar. Por isso, a pessoa pode ter o vírus HIV em seu corpo, mas ainda não ter Aids. Ao desenvolver a Aids, o HIV começa um processo de destruição dos glóbulos brancos do organismo da pessoa doente. Como esses glóbulos brancos fazem parte do sistema imunológico ( de defesa ) dos seres humanos, sem eles, o doente fica desprotegido e váriasdoenças oportunistas podem aparecer e complicar a saúde da pessoa. A pessoa portadora do vírus HIV, mesmo não tendo desenvolvido a doença, pode transmiti-la. 

Objetivos
Este manual tem como objetivo auxiliar os inspetore
s do trabalho no tratamento das
questões relacionadas com o HIV/Aids, na sua atuaçã
o. Será útil também para aplicar o
Repertório de recomendações práticas do BIT sobre oHIV/Aids e o mundo do trabalho.
Adotado em junho 2001, o Repertório subsidia os gov
ernos, empregadores, trabalhadores e
demais partes envolvidas, com recomendações prática
s para a elaboração e implementação de
planos nacionais de ação e de políticas e programas
de combate ao HIV/Aids nos locais de
trabalho. Para tanto, essas recomendações visam:
• deixar bem claro o porquê do HIV/Aids ser umassu
nto relacionado com o trabalho e
constituir um obstáculo ao desenvolvimento econômic
o;
• explicar as implicações para os inspetores do tra
balho;
• auxiliar os inspetores na apropriação do
Repertório de recomendações práticas do BIT
sobre o HIV/Aids e o mundo do trabalho
e na sua aplicação;
• estudar os vínculos existentes entre o HIV/Aids e
os princípios e práticas da inspeção dotrabalho, enfatizando a segurança e a saúde no trab
alho;
• disponibilizar para os inspetores as ferramentas
práticas que poderão utilizar na sua atuação
e ajudá-los a integrar o HIV/Aids às suas futuras a
tividades.
Prevenir a transmissão junto às populações mais exp
ostas e suscetíveis de propagar o vírus.
Uma das
prioridades de um programa nacional de combate ao H
IV/Aids é identificar os gruposde alto risco e o s
eu
ambiente social, para depois lançar com eles ações
de prevenção sustentáveis e eficazes.

12 – O tratamento da Aids
O tratamento de um indivíduo soropositivo vai depender de como cada pessoa reage à infecção. Só o médico pode indicar o que deve ser feito.
Quando uma pessoa tem o vírus da Aids, não tem sintomas e seus outros exames estão com bons resultados, ela nãoprecisa tomar remédios. Mas precisa de acompanhamento médico.
Quando a pessoa tem sintomas, isso indica que já está com Aids. Então, o tratamento é feito com uma combinação de anti-retrovirais.
Anti-retrovirais são medicamentos utilizados no combate a Aids e sua função é a de inibir a replicação ou reprodução do vírus HIV, mantendo-o sob controle pelo maior tempo possível. Esses remédios não curam, masdiminuem a quantidade de vírus no corpo, diminuindo também o desgaste do sistema imunológico. Isso aumenta o tempo de vida do doente, mas não garante a sua cura definitiva. Até a presente data jamais se conseguiu eliminar totalmente o vírus HIV do sangue de um paciente.
Em 1986 surgiu o primeiro remédio utilizado em paciente, e transformou-se rapidamente na única e pequena esperança dos pacientesinfectados pelo HIV, é a azidotimidina, também chamado de AZT. Ao longo da década de 90, o desenvolvimento de outras drogas e a combinação delas com o AZT apresentou resultado animador.
Atualmente existem cerca de 12 anti-retrovirais, divididos em 3 classes de drogas:
•Inibidores da Transcriptase Reversa, Análogos de Nucleosídeos (NRTI);
•Inibidores da Transcriptase Não-Reversa, Análogos de...
tracking img