Aids

INTRODUÇAO

O que é AIDS?

A AIDS é uma doença que se manifesta em pessoas que adquiriram o vírus HIV (Vírus da Imunodeficiência Humana). Também conhecida como Síndrome da Imunodeficiência Adquirida (Sida), a doença fragiliza o sistema imunológico, dificultando a proteção diversos microorganismos, como bactérias, protozoários, vírus e etc.
O enfraquecimento das defesas do organismocontribui para que a pessoa infectada pelo vírus HIV adquira uma série de doenças que são chamadas de doenças oportunistas. Elas podem aparecer diversas vezes e até mesmo simultaneamente. Diferente do que muitos pensam, não é a AIDS que provoca a morte do indivíduo e sim as doenças oportunistas. Já que o organismo não está forte suficiente para se defender sozinho, as infecções trazem sérios riscos àsaúde do portador de AIDS.
É importante destacar que ter o vírus HIV não significa que a pessoa tenha AIDS. A presença do vírus HIV indica que, no sangue, foram detectados anticorpos contra o vírus. Em todo o mundo, há milhares de pessoas soropositivas que vivem durante anos sem desenvolver a doença. Porém, mesmo sem manifestar a doença, elas podem transmitir o vírus para outras pessoas.


Qual adiferença entre HIV e AIDS?
O HIV é o vírus que causa a AIDS, uma doença que prejudica as defesas do organismo contra infecções e outras doenças. Diz-se que a pessoa é HIV-positivo ou soropositiva quando ela tem o vírus, mas ainda não teve o sistema imunológico comprometido, coisa que pode demorar alguns meses ou alguns anos.

O HIV vai destruindo aos poucos a capacidade do corpo de sedefender de infecções e certos tipos de cânceres. Quando as defesas do organismo estão baixas e a pessoa já está pegando infecções perigosas, diz-se que ela tem AIDS (síndrome da imunodeficiência adquirida). Geralmente, os primeiros sinais da AIDS são pneumonia e tumores nos gânglios linfáticos. Os sintomas aparecem quando o número de linfócitos auxiliadores (LT-CD4) cai abaixo de determinados níveis.O vírus pode causar a doença rápido, ou então permanecer por anos no corpo da pessoa sem se manifestar. O único jeito de confirmar sua presença é através de exames de sangue.


04

Hoje em dia, os chamados coquetéis de medicamentos anti-retrovirais (com distribuição gratuita pelo governo) conseguem, em muitos casos, controlar a carga de vírus no sangue, aumentandoconsideravelmente a qualidade de vida e as chances de sobrevivência, e principalmente reduzindo o risco de transmissão vertical (da mãe para o bebê) do vírus HIV.

Formas de Contagio
A AIDS é transmitida de diversas formas. Como o vírus está presente no esperma, secreções vaginas, leite materno e no sangue, todas as formas de contato com estas substâncias podem gerar um contato. As principaisformas detectadas até hoje são; transfusão de sangue, relações sexuais sem preservativo, compartilhamento de seringas ou objetos cortantes que possuam resíduo de sangue. A AIDS também pode ser transmitida da mãe para o filho durante a gestação ou amamentação.

A descoberta do vírus
Grande parte dos pacientes com AIDS desenvolve uma doença neuropsicológica, chamada complexo de demência aidética,que parece resultar da infecção das células do sistema nervoso central pelo vírus HIV.
A AIDS é uma doença recente, sendo reconhecida apenas em 1981, embora exista evidencias de mortes por AIDS cerca de trinta anos antes. A origem do vírus é ainda desconhecida, sendo uma das hipóteses a de que teria surgido na África central, como resultado de uma mutação, e descendo por via indireta de outrovírus, não patológico, identificado no macaco (Cercopithecus aethiops). Em 1984, cientistas americanos e franceses isolaram, de células de pacientes com AIDS, o vírus HIV, que passou a ser considerado o causador da doença.








05
1. Sintomas e fases da AIDS
A AIDS não tem sintomas próprios. O que o vírus HIV faz é enfraquecer o organismo infectado. Por isso o doente vai manifestar...
tracking img