Ahjkhksf

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 125 (31092 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 23 de abril de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
NA SALA COM DANUZA DANUZA LEÃO

Sumário Prefácio, 7 apresentação, 9 Introdução,11 Os assuntos,17 Dinheiro, 23 Amizades, 31 Apresentando pessoas, 41 Ceral, 47 Na mesa, 59 Beleza, 69 Correspondência, 75 O telefone, 81 Viagens, 87 Hospedar,101 Festas, 111 Trabalho, 121 O rumo, 139 Os solteiros,145 O mundo gay,153 Noivados e casamentos ,157 Morando junto,163 Banheiro,173 Gastronomia,177 O bar,185•Ressacas,189 Um brunch,195 Bichos, 201 Mães & crianças, 205 Prefácio É longa a trajetória das pessoas que nunca se conformam, que não concordam com o estado das coisas. Danuza Leão, como os grandes inconformados, prefere a acidez da verdade, para depois cercá-la de bom humor. Com muita energia, ela sempre brigou por tudo, para de tudo poder gostar com energia ainda maior. Em muitas ocasiões ela seachou, com seus gostos, só, justamente por nunca ter feito parte de nenhuma maioria. Percorreu um longo caminho de escolhas certas e erradas. E por isso mesmo viveu sempre melhor que muita gente. O suficiente para poder enumerar - com o sense of humour de uma globetrotter - o que distingue o

bom gosto do meramente banal. As escolhas -estéticas, sensoriais ou afetivas -determinam a qualidadeda vida que se leva. São uma depuração permanente, que conduz ao aperfeiçoamento do gostar: o objetivo, afinal, de toda atividade movida pelo coração. E é precisamente disso que se trata aqui. O livro de Danuza é um gentil achado de gostos, preferências e distinções, ditadas primeiro pelo coração grande e ruidoso que ela tem. E segundo, e não menos importante, pelo agudo senso de individualismo quedesenvolveu. Essa percepção torna preciosas e plenas as escolhas de Danuza. No falar, no sorrir, no vestir-se, no comer, no morar. Sobretudo no conviver. Para tudo isso existe um tom que não é o dos livros de etiqueta nem o das cartilhas de rebeldia. Achar esse tom custou a Danuza alguns anos de trombadas (que ela distribuiu sem a menor cerimônia), muito tempo em buscas afetivas, uma boa dose dedecepções com as bobagens mundanas e, acima de tudo, muito romantismo e muito bom humor. São, aliás, os dois pólos deste livro de savoir vivre. A cada conselho, Danuza não consegue esconder o arfante sorriso da romântica sempre à espera da valsa no final. E a cada sugestão de conduta, o leitor não vai conseguir segurar o riso solto que - mais que vestidos, pratos e belezas - ela sempre fez questãode exibir e provocar nos outros. Não que tenha sido esse percurso apenas o deleite ditoso e despreocupado de quem vagou à procura da melhor bolsa no Hermes ou do melhor prato em Marrakech. Danuza passou por momentos maus e deles tirou uma tranqüila sabedoria. Aquela que abre nela mesma - e tenta abrir nos outros - a doçura da alma e as emoções do afeto. Renato Machado

Apresentação O telefonetocou, Danuza propôs fazer um livro sobre barbarismos e barbaridades que ela não agüentava mais ficar calada. A leoa queria rugir. A leoa queria enumerar delicadas delícias de uma gramática comportamental, destilada após anos de filosofias e bobagens. Neste reino da farola, só Danuza pode servir de indicador do comportamento: há décadas ela é ponta-de-lança de acontecimentos fervilhantes,vulcânicos e estrondosos. Só o seu nome destrincharia qualquer charada social, política ou sexual do Brasil que vai de JK a PC. Nada de mais para uma personagem tão tão como ela. De manequim ousada nos anos 50 à avó destrambelhada do ano 2000, muito champanhe rolou, muita tolice foi ouvida, inúmeras cenas fortes radiografadas e, naturalmente, um acúmulo luxuoso de situações arquivou-se na cachola de DanuzaLeão. Essa intrépida mulher não pretende sossegar tão cedo. Podem os céus desabarem colinas sobre sua cabeça, podem as águas do Atlântico

avançarem sobre seu apartamento carioca, mas ela permanecerá impávida no colosso e tirana até o osso. Danuza é assim: danada. Danuza foi assim: linda. Danuza continua linda e assim: a mais ligada das desligadas. Sabe de tudo. E finge, disfarçada sob a...
tracking img