Agronegocio

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 8 (1935 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 17 de maio de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
Economia
Estudo da viabilidade econômica na implantação de silos de armazenagem de grãos em propriedades de médio porte do Noroeste do Estado do Rio Grande do Sul.

Palavras-chave: Agronegócio, armazenagem e processamento de grãos de soja, trigo e milho, viabilidade de implantação de silo.

Resumo
O objetivo deste trabalho foi estudar a viabilidade econômica da implantação de silos paraarmazenagem de grãos em propriedades rurais de médio porte situadas no noroeste do estado do Rio Grande do Sul, tendo como referências as opções de terceirização do processo de secagem/armazenagem.
O estudo foi realizado em propriedades com áreas em torno de 300 hectares, onde fossem cultivadas principalmente soja, milho e trigo.

1. Introdução

No passado as propriedades rurais eram muitodiversificadas, com várias culturas e criações diferentes, pois eram necessárias para sobrevivência das pessoas que nela residiam e trabalhavam.
Com o avanço tecnológico, e junto disso o êxodo de grande numero de pessoas do campo para as cidades, as propriedades acabaram mudando. Não se produzia mais apenas para o sustento e a diversificação acabou dando lugar á especialização, procurando gerarexcedentes de consumo para abastecer mercados e enfrentaram a globalização da economia.
A partir disso, com a agricultura sendo tratada como um negócio,os produtores passaram a buscar produtos e serviços fora das propriedades.Novas técnicas para a gestão foram sendo implantadas,e com o mercado cada vez mais competitivo, fez-se necessário buscar alternativas capazes de reduzir os custos na propriedade.Com isso espera-se que armazenando os grãos na propriedade a redução dos custos será considerável, além da vantagem em acompanhar o processo de beneficiamento e armazenagem dos grãos.
A retenção de produto na propriedade, quando bem feita, apresenta inúmeras vantagens. Tais como:
*Economia do transporte, uma vez que os fretes alcançam seu preço máximo no período de safra. Quando o transportefor necessário, terá o custo diminuído, devido à eliminação das impurezas e do excesso de água pela secagem;
*Maior rendimento na colheita por evitar a espera dos caminhões nas filas nas unidades coletoras ou intermediárias;
*Possibilita a comercialização da produção em melhores períodos evitando as pressões naturais do mercado na época da colheita;
*Aproveitamento dos subprodutos que sobram noprocesso.
“Em alguns países como Estados Unidos, Canadá, França e Argentina, a armazenagem em nível de propriedades representa de 30 a 80% da produção, já no Brasil, esta prática não é muito empregada, apresentando um percentual pouco expressivo de propriedades particulares com armazéns” (SAMIR P. JASPER, MARCO A. M. BIAGGIONI, JADER P. RIBEIRO, apud BESKOW & DECKERS, 2002).

2. Objetivos

2.1Geral

Minimizar perdas quantitativas e qualitativas a que estão sujeitos os produtos colhidos, através de uma melhoria no processo de armazenagem de grãos agregando um valor maior pela qualidade do produto a ser comercializado.

2.2 Específicos

Sabe-se, que o Brasil, as perdas podem chegar a atingir 20% e são ocasionadas principalmente pela falta de instalações e de conhecimentotécnicos adequados, (WEBER, MARTINS 2002, citam que os produtores familiares, sofrem de problemas crônicos de acesso aos recursos tecnológicos e financeiros, enfrentando inúmeras dificuldades para colocar seus produtos no mercado, e com isso, sujeitam-se às desvantajosas condições impostas pelos intermediários de quem dependem.
Dessa forma, sua rentabilidade econômica é limitada, vendem seusprodutos na safra, época em que, historicamente, se verificam os menores preços, chegando, em alguns casos, à metade do valor alcançado na entressafra.
Já na pratica, sabe-se os defeitos que existem em cada produto produzido, e assim, no final, a determinação da qualidade daquele produto avaliado.
O produtor sabe produzir, mas por muitas vezes ele deixa de ganhar um pouco mais por...
tracking img