Agricultura familiar :base da produção e mercado da farinha

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 8 (1967 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 6 de abril de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
FACULDADES INTEGRADAS DO TAPAJÓS

AGRICULTURA FAMILIAR :BASE DA PRODUÇÃO E MERCADO DA FARINHA

Santarém-Pará

2010

ANA CÉLIA CHAGAS DA SILVA

GRACILDA RODRIGUES CARVALHO

AGRICULTURA FAMILIAR: BASE DA PRODUÇÃO E MERCADO DA FARINHATrabalho apresentado para obtenção de nota parcial na disciplina Metodologia Científica, do curso de Administração, sob orientação do professor Dr. Francisco Edson S. Oliveira.

Santarém-Pará

2010

TEMA: AgriculturaFamiliar

Delimitação do tema: Agricultura Familiar: Base da Produção e Mercado da Farinha

Problemática: Quais os principais Agentes que impedem o crescimento da produção e mercado da farinha nas comunidades do Cucurunã e Morada Nova.

HIPÓTESES:

Falta de informações dos jovens sobre a importância da agricultura familiar para a economia da cidade

Aprodução artesanal da farinha é muito onerosa

O aumento no preço da farinha se dá pela pouca produção

JUSTIFICATIVA

Durante muito tempo se ignorou a importância da agricultura familiar que é o cultivo de algum vegetal como mandioca que depois de um longo processo da origem a farinha, produto bastante comercializado na região do Pará, essa agricultura é responsável pelaprodução dos alimentos que são disponibilizados para o consumo da população brasileira, é o que chega realmente em nossa mesa. Desse modo ela se constitui de pequenos e médios produtores rurais, comunidades tradicionais, assentamentos da reforma agrária, esses pequenos produtores não possuem grandes hectares de terra, conta apenas com sua família para trabalhar na lavoura e sua renda é frutosomente do trabalho do cultivo da terra.

Com a urbanização de alguns centros próximos a comunidades de planalto e várzea, muitas famílias estão abandonando esses territórios para morarem na cidade e assim a agricultura familiar deixa de existir, para dá lugar a uma monocultura que acaba prejudicando o solo que para produzir bastante precisa ter a quantidade certa de nutrientes como restode plantas, esterco de curral e adubos químicos, além disso deve conter substâncias como argila, areia, calcário, entre outros.

E talvez, devido a isso essa atividade agrícola esteja sendo ameaçada, mas para verificar se estas informações procedem foi idealizado esse projeto cuja finalidade é investigar quais as verdadeiras razões que estão por traz do aumento do preço da farinha. Poisnos últimos anos verificamos que a produção da farinha diminuiu consideravelmente, provocando o imediato aumento no seu preço.

Na realidade, não podemos ignorar o fato de que fatores climáticos como uma grande seca e enchente acabam afetando diretamente a agricultura familiar que muitas vezes depende unicamente de uma boa chuva para ajudar na fertilidade do solo e no cultivo damandioca que é uma raiz muito forte que ao passar por um longo processo como: ao ser colhida, é deixada de molho, é descascada, é misturada com outra mandioca que não ficou de molho, depois é levada para um instrumento artesanal chamado tipiti, onde será extraído um molho denominado tucupi, a seguir passa por um processo de peneração e logo após vai para o forno para então se transformar em farinha.Depois, desse longo processo é ensacada para vir para cidade onde o pequeno agricultor vende seu produto p um preço razoavelmente baixo. O projeto deseja saber o quê acontece com o preço da farinha até chegar no consumidor final e definir as reais razões do aumento desse produto.

OBJETIVOS

Geral:

• Descrever a realidade das comunidades de Cucurunã e...
tracking img