Afro-americano

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 10 (2382 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 18 de outubro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Afro-americano
| |


Afro-americano, afro-estadunidense ou africano-americano, são designações para os cidadãos dos Estados Unidos da América descendentes de africanos. Estas designações só começaram a ser utilizadas nos anos 80, quando o movimento da consciência negra passou a adotar uma política de união de toda a diáspora africana.
Outra designação considerada politicamente correta é a dacor negra (o termo em língua inglesa black). Já o termo niger era o termo usado antes dos anos 60, com uma conotação pejorativa.
No censo de 2010, quase 40 milhões de americanos declararam ser negros, afro-americanos ou negros hispânicos.[5][6]
História
A maioria dos afro-americanos são descendentes de escravos que foram trazidos da África para a América do Norte e o Caribe entre 1609 e 1807,durante o tráfico negreiro, a maioria dos quais chegou no século XVIII. A maior parte era oriunda da África Ocidental e da África Central. Uma minoria é de origem recente, sendo imigrantes da África, do Caribe, da América Central e da América do Sul.[7]
O primeiro registro da presença de africanos na América Britânica remete ao ano de 1619, sob a condição de trabalhadores não remunerados emJamestown (Virgínia). Como muitos colonos ingleses estavam morrendo devido às condições adversas a que eram submetidos, aumentou gradualmente a importação de trabalhadores africanos. Por muitos anos, os africanos ficaram numa posição legalmente similar a dos colonos ingleses pobres, pois muitos colonos ingleses tinham que trabalhar de graça em troca da passagem para a América.[8] Os africanos criavamfamílias, casavam-se com outros africanos e às vezes se mesclavam com índios e ingleses.[9] Uma concepção racial da escravidão só se desenvolveu completamente no século XVIII. Por volta de 1775, os africanos perfaziam 20% da população das Treze Colônias, fazendo deles o segundo maior grupo étnico, depois dos ingleses.[10] Por volta de 1860, havia 3,5 milhões de escravos nos Estados Unidos e 500.000afro-americanos livres.[11] Em 1863, durante a Guerra Civil Americana, o então presidente Abraham Lincoln assinou a Proclamação da Emancipação, que declarava que todos os escravos estariam livres.[12]
O racismo
Os afro-americanos criaram congregações para eles, como escolas, comunidades e associações civis, para que tivessem um espaço próprio para escapar do controle e da fiscalização dosbrancos. Após a Guerra Civil, houve um período de progresso para os afro-americanos, porém nos anos 1890 os estados do Sul promulgaram as Leis de Jim Crow para reforçar a segregação racial.[13] Na última década do século XIX, leis discriminatórias e a violência racial começaram a pulular nos Estados Unidos. Tais atos discriminatórios incluíam a segregação racial, com lugares reservados apenas parafrequentadores brancos e outros apenas para negros, supressão de voto e de outros direitos de modo geral, negação de oportunidades econômicas ou de recursos no âmbito nacional, e os atos de violência privada e de violência racial foram ignorados ou até mesmo incentivados pelas autoridades governamentais. O período foi marcado pela intolerância e pela organização de grupos como o Ku Klux Klan. A partirda década de 1940, os afro-americanos se organizaram para lutar por seus direitos, surgindo aí figuras importantes como Martin Luther King. A discriminação racial por lei só foi abolida definitivamente em 1965, por meio do "Voting Rights Act" que proibiu a supressão do voto dos negros.[14]
Quem é afro-americano?
Com o advento das leis discriminatórias, foi necessário definir quem era negro nosEstados Unidos. Foi aplicada a "One-drop rule" ("regra de uma gota") que dizia que qualquer pessoa com qualquer tipo de ancestralidade africana, mesmo que muito pequena, fosse considerado negro. O estado do Tennessee adotou a "regra de uma gota" em 1910, seguido pela Louisiana. Depois Texas e Arkansas em 1911, Mississippi em 1917, Carolina do Norte em 1923, Virgínia em 1924, Alabama e Georgia em...
tracking img