Africa

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 13 (3195 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 14 de abril de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
ÁFRICA DE ONTEM, ÁFRICA DE HOJE, RESQUÍCIOS DE PERMANÊNCIA?

Fernanda Machado Ferreira
Leandro Tadeu Barbosa Pimenta
Mayara Daher de Paula
Osmar Henrique Ribeiro Silva
Saulo Teruo Takami
Estudantes do curso de Geografia
Departamento de Artes e Humanidades-UFV

Resumo: Durante o período do neocolonialis mo a África fo i dividida, em fronteiras artificiais
de acordo com os interesseseuropeus. Portanto, grande parte dos conflitos existentes na
África, são originados por problemas de território, uma vez que as delimit ações das fronteiras
dos países africanos foram estabelecidas por colonizadores que não levaram em consideração
a ident idade e tradição tribal confrontando assim, as etnias dentro do continente.
Tribos aliadas foram separadas e tribos inimigas foram unidas. Asconseqüências dessa divisão são as condições de fo me, guerras civis e epidemias, na qual vive grande parte da população africana. Nesse sentido, o presente artigo visa analisar o continente africano considerando alguns aspectos econômicos, polít icos e sociais.
Palavras Chaves: África. Fo me, AIDS, Guerras Civis e Apartheid

O continente africano foi dividido pelos europeus em 1884-1885.I-INTRODUÇÃO
Os primeiros seres humanos surgiram na África, os mais antigos fósseis de ho minídeos foram encontrados no continente africano e tem cerca de cinco milhõ es de anos.
O Egito fo i provavelmente o primeiro estado a se formar no continente há cerca de
5000 anos, além disso, os africanos foram procurados desde a ant iguidade por povos de outros continentes que buscavam as suas riquezascomo sal e ouro. Sua divisão territorial é muito recente. Realizou-se em meados do século XX, e resultou na desco lonização européia.
Apesar de se registrarem atualmente na África muitos conflitos de caráter polít ico, a
grande maioria dos países possui governos democraticamente eleitos. No entanto, as eleições
são frequentemente consideradas “sujas” devido ás fraudes tanto internamente comopela

comunidade internacio nal, já que existem países em que o presidente ou o partido governamental se encontra no poder a vários anos.
No período da Expansão Marít ima Européia, muitas áreas da costa africana foram
conquistadas e o co mércio europeu fo i estendido para essas regiões. No continente exist ia m
muitas tribos primit ivas, havia guerras entre tribos diferentes e aquelas que saíamderrotadas
se tornavam escravas das vencedoras.
No período da colonização da América ocorria o tráfico negreiro. Eram buscados negros na África para trabalhar co mo escravos nas colônias, esses eram conseguidos pelos europeus por negociação com as tribos vencedoras e os escravos eram trocados por mercadoria
de pouco valor na Europa como o tabaco. Após a revo lução industrial e a independênciadas
colônias americanas as potências européias co meçaram o imperialismo ou neocolonialismo
em que áreas da África eram do minadas para expandir o co mércio, buscar matéria primas e
mercado consumidor.
Devido ao neocolonialismo a África fo i dividida em fronteiras artificiais de acordo
com os interesses europeus, tribos aliadas foram separadas e tribos inimigas foram unidas.
Essa divisãoocorreu em 1884-1885 na Conferência de Berlin que inst itui normas para a
ocupação, onde as potências co loniais negociaram a divisão da África, propondo a não
invadir áreas ocupadas por outras potências. No início da I Guerra Mundial, 90% das terras já
estavam sob do mínio da Europa. A partilha fo i feita de maneira arbitrária, não respeitando as
característ icas étnicas e culturais de cadapovo, o que contribui para muitos dos conflitos
atuais no continente africano.Os principais países foram: Grã-Bretanha, França, Espanha,
Itália, Bélgica, Ho landa, Dinamarca, Suécia, Portugal. Após a II Guerra Mundial as colônias
da África co meçaram a conquistar independência formando os atuais países.
A África Subsaariana ou África negra corresponde à região sul do deserto do Saara.
Ao norte...
tracking img