Affe

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 2 (282 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 20 de junho de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
« A gravidez na Adolescência – Parte III
Reflectindo … »
Dia Mundial do(a) Enfermeiro(a)
Maio 12, 2009 por enfermped

Hoje, no dia 12 de maio, comemora-se mundialmente o Diado(a) Enfermeiro(a), em referência à data de nascimento de uma enfermeira que se distinguiu no tratamento a feridos de guerra – Florence Nightingale.

Neste dia devem-serecordar outros contributos pioneiros para o desenvolvimento, a profissionalização e o humanismo na enfermagem, que têm sido “ignorados” pela história  como é o caso, por exemplo,de  Ethel Bedford Fenwick (1857-1947), Anna-Emilie Hamilton (França), Mary Adelaide Nutting , Lavinia L. Dock (América do Norte), Anna Néri (Brasil),Edith Louisa Cavell e Andrée DeJongh (Bélgica), entre outras.
Foram elas, entre outras, as inspiradoras dos movimentos associativos e humanistas mais fortes, que talharam os caminhos do reconhecimento e da ascensãoprofissional.
A história mais surpreendente é a de Andrée de Jongh , nascida na Bélgica (30 de Novenbro de 1916). Esta enfermeira (conhecida por Dedée) foi integrada naresistência belga e fundou, organizou e dirigiu a Rede Cometa que, desde Junho de 1940 a 1944, tratava da fuga dos soldados aliados durante a 2º Guerra Mundial.

Filha de um resistente,professor (Frédéric de Jonghe) e  de umaenfermeira, posteriormente condenada à morte por um tribunal alemão (Edith Cavell) por  ajudar na fuga de soldados britânicos durante a IGuerra Mundial.

Depois de ter sido libertada de um campo de concentração em 1945 foi trabalhar no Congo Belga e posteriormente na Etiópia, num hospital de leprosos.
Recebeuvárias condecorações como a  Medal of Freedom de Estados Unidos, e a George Medal em Inglaterra.
Em Bélgica recebeu o título de condesa e o grau de tenente coronel do exércit
tracking img