Afetividade

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 7 (1655 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 28 de junho de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
Secretaria Municiál da Educação e Cultura

Círculo de Palestra “Família: Reaprendendo a Conviver e Educar”
Primeiro Módulo AFETIVIDADE E O DESENVOLVIMENTO DAS CRIANÇAS
Data prevista:
13 de junho a 22 de junho
Horário:
Preferência da Escola
Local:
Na própria escola
Encaminhamento da Reunião
1º atividade: Apresentação das pessoas envolvidas nas palestras e dos pais.
2º atividade:Apresentar os objetivos do trabalho
• Ojetivo: Integrar pais e professores para o encaminhamento de uma educação promissora . Pais sentirem-se seguros a respeito das decisões a serem tomadas.
• Público Alvo: Mães, pais e/ou responsáveis que amam suas crianças e desejam ver seus filhos inseridos na sociedade com de sucesso e felizes...
• Período: 4 encontros ( uma vez por mês) eencerramento Ermínia
• Carga horária: 45 minutos a uma hora cada encontro
• Importância da Participação.
Obs: Projetar slides 1-2-3-4--5
Histórico da Educação Familiar:
Até meados do século passado, as regras estabelecidas por nossos antepassados para a educação de filhos eram inquestionáveis. Os pais puniam e castigavam como um direito legítimo de educadores. Era dever doseducadores corrigir, mesmo que fosse com rigor risco. Aqueles que não corrigissem seu rebentos seriam questionados pela sociedade e até culpabilizados pelas desordens por eles cometidas.
A revolução de costumes doa anos 50 trouxe consigo uma série de questionamentos quanto à maneira de educar crianças.
• Qual seria o problema com essa forma de educar?
• As regras punitivas e rígidasutilizadas pelas gerações passadas eram mais aversivas que as atuais?
• Conversar é a melhor maneira de se resolver situações de conflito?
• Ser amigo do filho é melhor do que ser um pai autoritário e distante?
Obs: Projetar slide 6

Pais modernos, para conquistar este novo tipo de relacionamento, abriram mão, muitos vezes do seu papeis de educadores. Deixaram de estabelecerregras, esqueceram que pais são o modelo moral para seus filhos, passaram a usar a conversa de forma punitiva (horas de sermão e de ameaças). Romperam com a punição e se tornaram permissivos.
Percebe-se, hoje no geral que nós pais e responsáveis estamos confusos como educar...um modo parece repressor e o outro livre demais. Como agir ?????
3º atividade: Questionamento oral
1-Vamos conversar de dois em dois casais como é ser pai ou responsável e ducar nos dias de hoje? ( Anotar no papel Kraft as respostas)
4ª atividade:
Power Point Obs: Projetar slides 7 a 20

Conteúro completo do Power Point
O que é afeto / afetividade
É a relação de carinho ou cuidado que se tem com alguém íntimo ou querido.
É o estado psicológico que permite ao ser humanodemonstrar os seus sentimentos e emoções a outro ser ou objetos. Pode também ser considerado o laço criado entre humanos, que, mesmo sem características sexuais, continua a ter uma parte de "amizade" mais aprofundada
Importância do afeto para o desenvolvimento das crianças
A afetividade, a convivência e a demonstração de interesse da parte dos pais são necessárias, essenciais e de sumaimportância para o desenvolvimento saudável dos filhos. Quando há diálogo e os pais demonstram afeto:
- Evita comportamentos problemáticos como, por exemplo, a violência dentro e fora de casa. A família é responsável por prover afetivamente seus filhos e contribuir com a afirmação de identidades.
- É maior a probabilidade de haver uma formação com caráter de qualidade e forma positiva. Saber asdificuldades, necessidades e alegrias dos filhos é sinal de dedicação.
- Influencia o desenvolvimento intelectual, pois seus componentes cognitivo e afetivo estarão desenvolvidos, que define a auto-estima e motiva a pessoa a aprender.
A afetividade esta presente em todas as relações pessoais e profissionais, por isso, sua importância na realização subjetiva de cada individuo. A afetividade, nos...
tracking img