Administrar o tempo pode mudar o jeito de dizer “bom dia”

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 2 (394 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 8 de junho de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
UNIVERSIDADE TRABALHO DE RELACIONAMENTO E COMUNICAÇÃO EM ENFERMAGEM
Administrar o tempo pode mudar o jeito de dizer “bom dia”
Componentes:

O TEMPO DO ENFERMEIRO
Com tantas tarefas destinadasao Enfermeiro, a melhor opção é a racionalização do tempo, sempre definindo quais coisas são prioritárias, urgentes e importantes. Muitas vezes não é isso que acontece. Com as atividadesadministrativas e até mesmo aquelas que não competem a Enfermagem, são feitas ao invés daquelas que garantem uma boa qualidade na assistência de Enfermagem. Por isso, devemos sempre ter consciência das posições nahierarquização de prioridades em que cada tarefa ocupa, tornando assim o tempo bem administrado e atingindo o verdadeiro objetivo da profissão.
O TEMPO DO CUIDADO
Devemos aproveitar cada momentocom o paciente para transmitir nossa preocupação, atenção e nossa vontade de ouvir. O verdadeiro diálogo entre enfermeiro-paciente é indispensável e o modo com que você olha o paciente, o modo como vocêestá disposto a ouvir suas queixas e dúvidas, demonstram que você se importa com sua qualidade de vida e com a eficiência da assistência que você presta a ele.
DIFERENTES MANEIRAS DE “BOM DIA”
Omodo como se dá a comunicação verbal (o modo, a entonação, o entusiasmo) com o paciente, revela muitas de nossas intenções. Então devemos sempre dar uma atenção maior a esse aspecto! Explicar sobredeterminado procedimento ao paciente, esclarecer suas dúvidas, ouvir suas queixas e olhar diretamente nos olhos, mantém uma relação interpessoal imprescindível. Nunca deixe que a rotina tire o seu modohumano de cuidar e ver o outro.
DESENVOLVENDO HABILIDADES INTERPESSOAIS
O cuidado com a comunicação não-verbal também é importante. Nossa expressão facial e o modo como realizamos nossas atividades,dizem coisas sem necessariamente precisar da fala para isso. Devemos tratar cada paciente como um ser único, com suas necessidades particulares. O ser humano não segue um padrão. Uma vez que...
tracking img