Administração

Páginas: 27 (6616 palavras) Publicado: 18 de outubro de 2011
VIII SEMEAD

Trabalho Científico Gestão de Comércio Exterior

Área Temática: Gestão de Comércio Exterior

First Movers x Late Movers: As Estratégias de Internacionalização e a Arquitetura de Competências das Multinacionais. AUTORES FELIPE MENDES BORINI Universidade de São Paulo fborini@globo.com ANDRÉ ROSENFELD ROSAS Universidade de São Paulo andrerrosas@gmail.com Resumo Partindo de umaperspectiva de internacionalização das empresas late mover, o artigo busca a compreensão da trajetória estratégica de internacionalização dessas empresas, por meio de um estudo comparativo com uma empresa first mover. Aos primeiros competidores, geralmente advindos de países desenvolvidos, dá-se o nome de first movers, ou primeiros entrantes. Já aos competidores, normalmente de países emdesenvolvimento ou emergentes, que chegam para competir após a consolidação deste mercado, são denominados late movers ou últimos entrantes. Nossa vertente de análise compartilha da teoria estratégica da visão baseada em recursos (Barney, 1991) e competências (Prahalad e Hamel, 1990; Mills, et. alli. 2001; Fleury e Fleury, 2001. Estudamos o caso de duas empresas do ramo cimenteiro, a first mover francesaLafarge e a late mover mexicana Cemex buscando responder a seguinte questão central: : A razão das estratégias de internacionalização diferenciadas das empresas late movers e first movers é resultante de uma arquitetura de recursos e competências diferenciadas? A analise dos casos evidencia que arquitetura de competências das empresas mostra nítidas diferenças entre diversos níveis de competênciasda first e late mover. Isso, aliado ao sucesso de internacionalização das duas empresas indica que as multinacionais dos mercados emergentes não só podem, como devem explorar competências e estratégias diferenciadas para sua internacionalização. Palavra-Chave: internacionalização; arquitetura de competências; late movers.

Introdução Vários estudos sobre internacionalização têm sidorealizados sendo que a maioria dos estudos retrata a internacionalização tendo como pano de fundo teórico as teorias tradicionais de internacionalização (Whitelock, 2002), teorias típicas dos países desenvolvidos. A Escola de Uppsala e Teoria das Redes são modelos baseados primeiramente na internacionalização dos países nórdicos; os modelos de Ciclo de Vida, Internalização e Vantagens Comparativas sãomodelos advindos da experiência européia com uma forte influência da escola inglesa de economia; os americanos lançaram mão das teorias da Vantagem das Nações e Organização Industrial com berço na escola de Havard; enquanto os europeus continentais e nórdicos tentaram entender o fenômeno das Born Globals. Diante dessa avaliação da origem dos modelos de internacionalização percebemos a lacuna de umaperspectiva particular e específica para explicar as empresas dos países em desenvolvimento. Em outras palavras, em vez de adotar a perspectiva das estratégias de internacionalização dos países desenvolvidos (first movers), é oportuno entender a internacionalização das empresas na visão dos mercados emergentes (late movers). Ancorado nessa premissa de desenvolver uma perspectiva deinternacionalização das empresas late movers, o artigo busca a compreensão de suas trajetórias estratégicas de internacionalização por meio de um estudo comparativo entre uma empresa first mover e outra late mover. Nossa vertente de análise compartilha da teoria estratégica da visão baseada em recursos (Barney, 1991) e competências (Prahalad e Hamel, 1990; Mills, et. alli. 2002; Fleury e Fleury, 2001)1. Oartigo está dividido em três grandes blocos. Na primeira parte, o referencial teórico apresenta uma comparação das estratégias de internacionalização dos first e late movers. Em seguida, ancorado na visão da estratégia baseada em recursos levantamos preposições com o intuito de entender como os recursos e competências dos late movers se diferem dos first movers. Na segunda parte, segue a análise da...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • Administração
  • Administração
  • Administração
  • Administração
  • Administração
  • Administração
  • Administração
  • Administração

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!