Administração

Páginas: 13 (3008 palavras) Publicado: 18 de março de 2011
RESUMOS FILOSOFIA

Tipos de conhecimento
Saber-fazer: refere-se ao conhecimento de uma actividade, isto é, à capacidade, aptidão ou competência para realizar/efectuar alguma coisa.
Conhecimento por contacto: refere-se ao conhecimento directo de alguma realidade, seja de pessoas ou lugares.
Saber-que: refere-se ao conhecimento proposicional ou conhecimento de verdades.

Definição deconhecimento
O conhecimento é uma relação entre um sujeito e um objecto.
A crença é uma condição necessária do conhecimento, pois o conhecimento é uma convicção do sujeito relativamente ao objecto. Mas a crenças podem ser falsas, o que se verifica em discussões, em que existem muitas opiniões diversas e inconpatíveis sustentadas por diferentes pessoas, algumas delas, por conseguinte devem estarerróneas. O verdadeiro e o falso de qualquer crença dependem de algo exterior à crença. Ora, uma crença falsa não corresponde a qualquer conhecimento, ainda que aquele que a possui julgue deter o conhecimento.
Como tal, a crença, embora sendo uma condição necessária para o conhecimento, não é uma condição suficiente. Para haver conhecimento, para além de ser necessário que o sujeito acredite em algo,como que essa crença seja verdadeira.
Mas conhecimento não se reduz à mera crença verdadeira, para ser conhecimento esta precisa de estar devidadmente justificada.
→ Teoria CVJ: 1º Crença (doxa): S acredita em P; 2º Verdade: P é verdadeira; 3º Justificação: S dispõe de justificação ou provas para acreditar que P. A justificação tem que vir da razão (episteme) e possível de explicar, só assim serãocognoscíveis. Nenhuma das 3 condições consideradas isoladamente é suficiente para que haja conhecimento. Esta teoria foi defendida por Sócrates.
→ Críticas à definição tradicional: Edmund Gettier revelou a possibilidade de termos uma crença verdadeira justificada e sem que tal crença equivalha a um efectivo conhecimento. Embora alguém tenha uma justificação razoável para acreditar que algo éverdadeiro, tal crença não é necessariamente conhecimento. Nestes casos, a relação da justificação com a crença verdadeira não é adequada, sendo a verdade da crença apenas o resultado de uma coincidência. Também pode acontecer inferir-se uma crença verdadeira de outra falsa.

Teoria do conhecimento
→ Cepticismo: Defende que o conhecimento não é possível, que a certeza, a verdade objectiva não épossível. Argumentos dos cépticos:
• Por mais fortes que sejam as nossas crenças e por melhores que pareçam as nossas justificações, estas serão sempre insuficientes;
• Crenças insuficientemente justificadas não são conhecimento;
• A justificação das nossas crenças é inferida sempre a partir de outras, então,
dá-se a regressão ao infinito
• Nunca nos damos por satisfeitos;
• Asjustificações que damos precisam elas próprias de ser justificadas;
• O processo de justificação continua infinitamente – vai haver regressão ao infinito.
A regressão ao infinito só se trava com uma crença que se justifique por si mesma e, por isso, não exija mais nenhuma.
O argumento central do cépticos (Se há conhecimento, as nossas crenças estão justificadas. As nossas crenças não estãojustificadas. Logo, não há conhecimento) é formalmente válido, só se poderá refutar a conclusão se alguma das premissas for falsa.
Existem três tipos de cepticismo:
• Absoluto: Não existe qualquer conhecimento verdadeiro, pois é impossível o sujeito apreender o objecto. O seu representate foi Pirron de Élis, que aconselhava a suspensão do juízo.
• Mitigado: O conhecimento não éimpossível, apenas o conhecimento rigoroso. Arcesilau, o seu princpal representante, diz que não se pode afirmar que este ou aquele juízo é ou não verdadeiro, se corresponde ou não à realidade, apenas se é ou não provável.
• Metafísico: destaca a impossível de conhcermos aquilo que ultrapassa a nossa experiência sensível, o mundo espiritual não é uma realidade acessível ao conhecimento...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • Administração
  • Administração
  • Administração
  • Administração
  • Administração
  • Administração
  • Administração
  • Administração

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!