Administração

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 40 (9942 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 9 de março de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
Apresentação

Este livro, sem dúvida, servirá para o deleite e edificação espiritual daqueles que amam e aguardam a vinda do Senhor. Eu o considero indispensável, na biblioteca, daqueles que estudam a Palavra de Deus.
Foi sob a inspiração Divina, que o autor se propôs a escrever estas páginas, sobre o que há de mais profundo em toda Bíblia. A figura central é o nosso Senhor JesusCristo, Consumador de todo plano Divino. O Pastor Valter José, foi muito feliz em seus comentários.
Ler este livro significa enriquecer sua própria alma, aumentar os conhecimentos e penetrar mais intimamente na sublime comunhão com Deus.
O autor, numa linguagem simples, mas profundamente inspirada, leva-nos a beber na “Fonte da Água Viva”. Glória a Deus !!!
Sendo este, a meuver, um dos melhores comentários do livro em apreço, recomendo-o a todo povo de Deus, que tiver o privilégio de ler.

Pastor Sebastião Araújo da Silva
1º Vice Pres. da CONEMAD-AC

Introdução

Caro Leitor, é com imensa alegria que coloco a disposição daqueles que amam a “Arte da Pregação” o Livro “Manual de Mensagens”.
Acredito que este material servirá de ajuda aos que ministrama Palavra de Deus. Entretanto, devo reconhecer que os esboços aqui inseridos serviram, apenas, como um rascunho, um esqueleto que deverá ser preenchido com as experiências daquilo que Deus dá a cada um.
São mensagens simples que foram escritas e pregadas por mim e por amigos que com carinho me presenteou.
Meu desejo é que, com esses “rabiscos”, possa ajudar a todos quanto tem odesejo ardente no coração de ministrar a Palavra do Mestre.

Grato

Pr. Valter José

Dedicatória

Dedico a todos pregadores pelos quais tenho profunda admiração. Entre eles: Pr. Valdemar de Jesus, Pr. Moisés Madeira, Pr. Antonio Marcos Amaral, Pr. David Habacuque, Pr. Jônathas Arantes, Pr. Wagner Felipe, Pr. Sebastião Araújo, Pr. Jean Carlos, Pr. Joaquim Alvez, P. Carlos Roberto, Pr. DoronelCamilo, Pr. Eliel Araújo, Pr. Lazaro Magalhães, Pr. Osvaldo Silva (In memóriam), Pr. Eliseu Feitosa (In memóriam).

Os Pavilhões de Betesda (João 5: 1-15)
 Int. É impressionante o que leva uma pessoa esperar 38 anos de sua vida por uma cura. Isso não tem outro nome a não ser esperança. Vemos aqui neste texto o Paralítico de Betesda, homem que, apesar de ter fé e esperança, não alcançava seumilagre.
 Por que em?
Vejamos:
1 – Ele esperava o movimento das águas (v. 3).
Acreditava que seu milagre estava associado ao grande agito, ao estrondoso, ao que chama a atenção. Para ele enquanto estivesse silêncio sinal de normalidade e barulho de águas esperança renovada. Jesus Chega e se apresenta num dia em que ninguém por ali o esperava e opera o milagre sem mover de água nenhuma.Elias esperava ouvir Deus no Terremoto, no temporal, no muito barulho, entretanto, Deus se apresenta ao profeta soprando como brisa suave.
Aprendo, então, que mesmo quando tudo esta calmo; Deus está operando um milagre em minha vida.
 
2 – Ele esperava a presença do Anjo (v. 3).
É impressionante mas como esta fé caótica é tão forte entre nós. Vejamos que o homem estava diante doCriador dos anjos; Jesus, o Próprio Deus encarnado, mas a fé dele estava condicionada ao anjo. 
Para todos que estavam ali a presença do anjo era  garantia de milagres. Isso nos remete a Moisés; onde Deus promete a presença de um anjo para acompanhá-lo na jornada pelos desertos. Moisés entende que a presença do anjo seria interessante mas não o suficiente e diz: Senhor se tú não fores comigoeu não saio daqui. A presença de um anjo é boa mas a de Deus é insubstituível.
 Ele acreditava que era por culpa dos outros que ele estava ali (v. 7).
Jesus faz uma pergunta fácil de responder: “Queres ser curado?” A resposta deveria ser sim ou não, entretanto o homem faz uma transferência culpando os outros por sua situação. Jesus não pergunta de que é a culpa, mas se queres receber o...
tracking img