Administração

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 23 (5675 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 25 de novembro de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
DESAFIO DE APRENDIZAGEM DE TEORIA DA ADMINISTRAÇÃO

|Disciplina: Teoria da Administração | Semestre: 2° |Data: 2011/2 |
|

INTRODUÇÃO

A teoria geral da administração começou com a ênfase nas tarefas, com a Administração Cientifica de Taylor. A seguir, a preocupação básica passou para a ênfasena estrutura com a Teoria Clássica de Fayol e com a Teoria Burocrática de Max Weber, seguindo-se mais tarde a Teoria Estruturalista. A relação Humanista surgiu com a ênfase nas pessoas, por meio da Teoria Comportamental e pela Teoria do Desenvolvimento Organizacional. A ênfase no ambiente surgiu com a Teoria dos Sistemas, sendo completada pela Teoria de Contingência. Esta, posteriormente,desenvolveu a ênfase na tecnologia. Cada uma dessas cinco variáveis – tarefas, estrutura, pessoas, ambiente e tecnologia – provocou a seu tempo, uma diferente teoria administrativa, marcando um gradativo passo no desenvolvimento da TGA. Cada teoria administrativa procurou privilegiar ou enfatizar uma dessas variáveis, omitindo ou relegando a um plano secundário todas as demais.

OS PRIMÓRDIOS DAADMINISTRAÇÃO

Administrar hoje é o resultado da contribuição de economistas, matemáticos, filósofos através das obras e teorias.
No século passado tinham-se poucas organizações, eram as pequenas oficinas, escolas e os profissionais autônomos (médicos, advogados, agricultores).
Já nos dias de hoje, as sociedades são pluralistas de organizações como indústrias, hospitais, etc., que são administradospor grupos diretivos para ficarem mais eficazes.
Essa contribuição ocorreu a 4.000 a.C na era Egípcia, depois na Babilônia, depois os hebreus, e iniciou-se com os filósofos.
Apesar de sempre ter existido o ‘trabalho’ na história da humanidade, a administração é algo que teve seu início há pouco tempo.

ANTECEDENTES HISTÓRICOS DA ADMINISTRAÇÃO

Influência dos Filósofos

Sócrates -administrar é uma habilidade pessoal separada do conhecimento técnico e da experiência;
Platão - preocupou-se com os negócios públicos e com a forma democrática de governo;
Aristóteles - em seu livro "Política" distinguia três formas de administração pública:
- Monarquia - governo de um só;
- Aristocracia - governo de uma elite; e
- Democracia - governo do povo.
- René Descartes - em seu livro "Odiscurso do Método" descreveu o método cartesiano cujos princípios são:
- Princípio da Dúvida Sistemática ou Evidência - não aceitar como verdadeira coisa alguma, enquanto não souber com evidência aquilo que realmente é verdade;
- Princípio da Síntese de Composição - conduzir ordenadamente nossos pensamentos, iniciando pelos assuntos mais fáceis para caminharmos gradualmente aos mais difíceis;
-Princípio da Analise e da Decomposição - dividir cada problema em tantas partes quanto possível e resolvê-los cada um separadamente; e
- Princípio da Enumeração ou Verificação - fazer recontagem, verificações, revisões gerais para ter certeza de que não foi omitido ou deixado de lado.

Influência da Organização da Igreja Católica

Através dos séculos, as normas administrativas e princípios deorganização pública foram transferidas das instituições dos Estados (como era o caso de Atenas, Roma, etc.) para as instituições da nascente Igreja Católica e para as organizações militares. Essa transferência fez-se de modo lento, mas efetivo, talvez porque a unidade de propósitos e de objetivos – princípios fundamentais na organização eclesiástica e na organização militar – nem sempre eraencontrada na ação política que se desenvolvia nos Estados, geralmente movida por objetivos contraditórios de cada partido, dirigente ou classe social.
Ao longo dos séculos, a Igreja Católica foi estruturando sua organização, sua hierarquia de autoridade, seu estado-maior (assessoria) e sua coordenação função. Hoje, a igreja tem uma organização hierárquica tão simples e eficiente que a sua enorme...
tracking img