Administração

Páginas: 23 (5552 palavras) Publicado: 8 de abril de 2011
VIII Congreso Internacional del CLAD sobre la Reforma del Estado y de la Administración Pública, Panamá, 28-31 Oct. 2003

Aspectos contemporâneos do debate sobre reforma da administração pública no Brasil: a agenda herdada e as novas perspectivas Caio Marini
Brasília, Julho de 2003. Professor e Consultor Núcleo de Administração Pública Fundação Dom Cabral cmarini@fgvmail.br ... o inicio, o fime o meio. Raul Seixas – Paulo Coelho 1. INTRODUÇÃO As experiências recentes de reforma da administração pública no Brasil e no mundo são, ainda, uma história de final aberto. Duas variáveis são fundamentais quando se trata de implementar programas de mudança na administração pública: a governabilidade e a governança1. A primeira diz respeito às condições de legitimidade de um determinado governopara empreender as transformações necessárias, enquanto que a segunda está relacionada à sua capacidade de implementá-las. Tarschys2 (2002), ao buscar uma compreensão sobre o significado de governança, recorda a obra de Ambrógio Lorenzetti, que no século XIV “imortalizou” a essência do (bom e mau) governo ao ilustrar cenas do cotidiano tanto na cidade como no campo: “... na parede que representa obom governo, uma combinação de alegorias e cenas da tranqüila vida diária, ilustram como a concórdia e o trabalho diligente podem trazer riqueza... na parede oposta a miséria do mau governo, marcada por rixas, crimes, crueldades e violência”. A presença ainda freqüente destas cenas na realidade atual estimula a produção de interessantes especulações que animam o debate contemporâneo. Afinal, oque significa um “bom” governo? Ou, o que determina a qualidade da gestão pública? Fazendo um paralelo com a gestão empresarial, durante muito tempo a literatura especializada neste tema dedicou espaço importante tentando motivar os executivos sobre a importância da formulação estratégica como forma objetiva de lidar com as incertezas e complexidades do contexto de atuação das organizações. Emborapossa existir, ainda, algum tipo de hesitação, certamente, esta não é a regra geral. As organizações, as equipes, os líderes, de uma maneira geral, estão convencidos de que o sucesso de qualquer tipo de empreendimento pressupõe alguma forma de construção estratégica (no mínimo seria ingenuidade imaginar que objetivos se realizam espontaneamente). Entretanto, a formulação estratégica não assegura osucesso. Isto significa que uma nova questão vem sendo
1

Para uma discussão mais aprofundada, ver: Marini Ferreira, Caio M.- Crise e Reforma do Estado: uma questão de cidadania e valorização do servidor In Petrucci, Vera e Schwarz, Letícia - Administração Pública Gerencial: a reforma gerencial de 1995 – Ensaios sobre a reforma administrativa brasileira no limiar do Século XXI –, Editora UnB,Brasília 1999. 2 Riqueza, valores, instituições: as tendências dos governos e da governância, In A governância no século XXI – OECD 2001

VIII Congreso Internacional del CLAD sobre la Reforma del Estado y de la Administración Pública, Panamá, 28-31 Oct. 2003

destacada, tanto na pesquisa acadêmica, como nas práticas empresariais: como “fazer acontecer” a estratégia? O fato de se ter umaestratégia não significa que esta se realize. Basta um rápido exame sobre a realidade cotidiana. Em muitas situações é possível encontrar estratégias bem definidas que apontam um certo direcionamento a seguir. Mas, quando confrontadas com as ações do dia-a-dia, cada uma (estratégia e ação) segue caminhos diferentes. Assim, a nova palavra de ordem é alinhamento estratégico, o que significa o exercício deuma nova competência, que vai muito além da simples elaboração de planos para o controle da ambigüidade externa. O desafio não é mais o de adivinhar o futuro, é o de construí-lo! O novo contexto, caracterizado pela excessiva velocidade da mudança e, também, pela imprevisibilidade (a única certeza sobre o futuro é que ele é incerto) introduz um novo paradigma, baseado no pressuposto que, além de...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • Administração
  • Administração
  • Administração
  • Administração
  • Administração
  • Administração
  • Administração
  • Administração

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!