Administração

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 8 (1827 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 8 de novembro de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
Uniplan

AUDITORIA
NOS SERVIÇOS DE
SAÚDE
DISCIPLINA
AUDITORIA EM EMPREENDIMENTOS DE SAÚDE
Professor: Cristiano Macedo

Alunos: Almir / Cristiane / Dayse / Erilda.
Curso: Gestão Hospitalar

Índice

|1 - Organograma |3 |
|2 - Objetivo|4 |
|3 - Histórico |5 |
|4 – Escopo do Laboratório |6 |
|5 – Treinamento e EducaçãoContinuada |7 |
|6 – Objetivos da Qualidade |8 |
|7 – Aquisição e Qualidade de Fornecedores |10 |
|8 –Controle Interno da Qualidade |11 |
|9 – Procedimento Operacional Padrão |12 |
|10 – Exames Terceirizados |13|
|11 – Referências Bibliográficas |14 |

1 - Organograma

[pic]

2 - OBJETIVO

Descrever como são atendidos os requisitos do Sistema da Qualidade do Laboratório de Análises Clínicas SABIN, baseado nas Boas Práticas do Laboratório de analises clinicas

Responsabilidades:Geral:

Diretor do Laboratório Clínico: DRª. JANETE

Executiva:

Responsável Técnico, Supervisor Técnico, Chefe do Setor da Garantia da Qualidade e os Técnicos encarregados dos Setores de Recepção, Coleta,

Descrição:

O Manual da Qualidade do Laboratório de Análises Clínicas – SABIN está elaborado e organizado de modo a atender aos requisitos das Boas Práticas de Laboratórios ANALISESCLINICAS versão vigente, compreendendo os seguintes itens:

7 - Histórico

Na cidade de Brasília, DF, em meados da década de 1980, uma forte amizade daria início a uma empresa de sucesso: o laboratório Sabin. O ano era 1984. A médica goiana Janete Vaz queria abrir seu próprio negócio. Morando longe da família, ela sabia que o sucesso viria mais fácil se houvesse apoio de outras pessoas.
Ochefe de Janete na ocasião sempre falava “um era pouco, dois era bom, três era demais”.
Ela levou isso em consideração quando começou a pensar no empreendimento que desejava construir e na necessidade de ter alguém para ajudá-la, e por isso optou por fazer uma sociedade com mais uma pessoa.
A mineira Sandra Costa, também médica, já era amiga de Janete e também morava na capital do Brasil. Foiaí, que veio a idéia de juntar amizade e negócio. “Busquei na minha melhor amiga e colega de trabalho a parceira ideal.
Em poucos meses, inauguramos nossa primeira unidade, relembra Janete. Na primeira unidade do laboratório Sabin, trabalhavam apenas cinco pessoas: as duas empreendedoras, uma recepcionista, um colhedor (indivíduo que coleta os materiais para os exames) e uma faxineira.
Oinício dessa empreitada não foi nada fácil. Além de ter de enfrentar as barreiras comuns a qualquer empreendimento (como a falta de experiência e, em muitas ocasiões, a ausência de verba), elas precisaram lidar com o preconceito pelo fato de serem duas mulheres iniciando um negócio. “Com muito trabalho, serenidade, entusiasmo e empolgação superamos esses obstáculos iniciais”, conta Sandra. A partir...
tracking img