Administração por objetivos

ADMINISTRAÇÃO POR OBJETIVOS

Na década de 1950 os valores sócio-econômicos passavam por grandes reformulações após as privações e dificuldades de consumo impostas pela Segunda Guerra Mundial (1939-1945). A filosofia materialista da época estimulava a produção em massa e o desenvolvimento de novas formas de comunicação.
No mundo empresarial as organizações buscavam se adaptar aos novos tempos.Peter Drucker lançou em 1954 um livro denominado A Prática da Administração de Empresas. Administração por Objetivos – APO, também conhecida como gestão por objetivos, na qual o modelo defende, basicamente, que a empresa deve se preocupar menos com os fins e mais com as atividades que são desenvolvidas para atingi-los. A administração por objetivos incorpora a maioria dos princípios de gestãogeralmente aceitos.

Pressupostos da Administração por Objetivos

Mudanças ambientais – As mudanças ambientais impõem novos requisitos não só às organizações, mas também aos gestores. A gestão por objetivos parte do princípio de que o comportamento dos gestores é mais importante do que a sua personalidade.
Definição dos objetivos – A identificação clara dos objetivos estabelecidos para todos osenvolvidos no processo é a tarefa prioritária do processo. Uma vez definidos os objetivos, são estabelecidos métodos e distribuídas às responsabilidades para a sua consecução. Os objetivos devem ser continuamente revistos e reajustados às novas exigências e aspirações organizacionais.
Criação de oportunidades – A gestão de uma empresa deve ser uma tarefa criativa e não adaptativa e o negócio deuma empresa não deve ser definido pelo produtor, mas pelo consumidor. A partir disso devem ser estabelecidos objetivos, contornando obstáculos.
Desenvolvimento pessoal – Para transformar recursos em empresa, é preciso ampliá-los. Os únicos recursos passíveis de ampliação são os humanos.
Descentralização administrativa – Aperfeiçoar a estrutura organizacional, através de um máximo dedescentralização, leva a um melhor desempenho. Entretanto, para que as vantagens da descentralização sejam realmente bem aproveitadas, a descentralização não pode ser feita de forma indiscriminada.
Multiplicidade de objetivos – A busca do objetivo único é essencialmente a busca de uma fórmula mágica que tornará qualquer tipo de julgamento desnecessário. E isto, pela própria natureza de um empreendimentocomercial, requer objetivos múltiplos. A maior dificuldade não está no estabelecimento dos objetivos, mas na determinação de como serão medidos e avaliados.
Autocontrole – Um dos maiores benefícios da administração por objetivos foi o fato de ela ter permitido substituir a administração através da dominação pela administração através do autocontrole.
Autoridade e liderança – A gerência deve ser um,entre vários grupos de liderança.

Desenvolvendo Algumas Idéias

John W. Humble dedica atenção especial à determinação dos objetivos pela alta administração. Para facilitar essa tarefa propõe três etapas a serem seguidas:

• Coleta de informações básicas – análise geral da organização.
• Interpretação dos dados compilados e estabelecimento de medidas para o aumento imediato da lucratividade –uma vez que a empresa existe em função da sociedade, o que é realmente relevante é a situação ambiental, atual e prevista, pois representa as possibilidades de lucro oferecidas.
• Especificação dos objetivos organizacionais – o principal objetivo da empresa é a lucratividade. Entretanto, vários objetivos secundários devem ser estabelecidos, de forma equilibrada e hierarquizada.

George Odiornedefende que a administração adote objetivos não como um modelo teórico, mas enquanto técnica, com experimentação e sucesso prático comprovados. Os sucessos mais visíveis e imediatos, decorrentes da aplicação da gestão por objetivos, são o aumento dos lucros e a diminuição dos custos.
Para que a gestão por objetivos possa ser adotada e gerar os resultados esperados é fundamental que o...
tracking img