Administraçã

Páginas: 29 (7042 palavras) Publicado: 17 de novembro de 2010
Revista da

FAE

Considerações sobre modelos de produção e a psicologia do trabalho
Maria Leni Gapski Marochi*

Resumo
O mundo do trabalho tem, nos modelos de produção, uma das suas preocupações. Também na Psicologia do Trabalho há interesse nesta questão. Muito já se pesquisou sobre o tema, mas atualmente, quando se sedimentam ou modificam modelos vigentes, volta-se a se perguntar: sob oponto de vista da psicologia, qual o melhor modelo de produção? Em geral, nas análises efetuadas, dois modelos destacam-se: o fordista e o toyotista. O presente trabalho não pretende esgotar o assunto, mas apenas rever pontos básicos sobre os dois modelos, lançando alguns questionamentos, do ponto de vista da psicologia aplicada ao trabalho. Em face deste objetivo, as questões produtivaspropriamente ditas não serão destacadas, centrando-se o interesse nos aspectos psicológicos do trabalho. Palavras-chave: modelo de produção; fordismo; taylorismo; produção em massa; toyotismo; produção enxuta; exigências psicológicas no trabalho.

Abstract
The working world has, within production models, one of its worries. As well as Labour Psychology has its concerns on this area. Much has beenresearched in this subject, but lately, when actual models are changed or footed, the question comes back: through Psychological points of view, ‘Wat is the best production model?. In general, in analysis performed, two models call attention: ford and toyot. This paper does not intend to discuss in its all length the subject, just review basic aspects of the two models. launching some questions derivedfrom the applied labour Psychology. Within this aim, the productive questions will not be the main point, being the interest footed in the psychological labour aspects. Key words: production model; ford; toyota; mass production; slim production; psychological labour requirements.

* Psicóloga, Mestre em Tecnologia pelo CEFET-PR, Doutoranda em Engenharia de Produção pela Universidade Federal deSanta Catarina (UFSC). Professora de Psicologia Aplicada no CEFET-PR. E-mail: mlgapski@cefetpr.br

Rev. FAE, Curitiba, v.5, n.1, p.15-28, jan./abr. 2002

|15

Introdução
Nos últimos anos, dois modelos de produção têm destaque quando se trata da organização do trabalho: o modelo fordista, taylorista ou de produção em massa, vigente nas empresas principalmente a partir do início do século XX, e o modelo toyotista , de alta performance ou de produção enxuta, originário do Japão e que se tornou conhecido a partir da década de 70. Para responder à questão básica deste trabalho, ou seja, qual dos dois é o melhor modelo do ponto de vista psicológico, far-se-á uma análise dos mesmos, considerando-se aspectos históricos, características, exigências e conseqüências, destacando-se sempre asquestões relacionadas à psicologia aplicada ao trabalho, em detrimento dos aspectos administrativos ou operacionais propriamente ditos. Antes da análise, porém, cabe uma contextualização sobre a escolha do tema. As últimas décadas têm se caracterizado por múltiplas e radicais transformações que ocorrem em ritmo sem precedentes na História, desafiando a capacidade de reação das pessoas eorganizações.
Parafraseando Isaac Asimov, é fácil entender por que a ciência da Futurologia não existia no século passado. O homem nascia, crescia e morria rodeado pelo mesmo ambiente, mantendo os mesmos comportamentos, relações e papéis sociais. Hoje não é assim. Uma década vale por uma vida (TRACTENBERG, 1999, p.22).

Uma dessas modificações adaptativas foi a adoção de modelos ou técnicas de produção ougerenciamento advindos do Japão, a partir da década de 80, conhecidos como modelo de produção enxuta ou toyotista. Passado o período das implantações iniciais, desconsiderando sucessos ou fracassos, esse modelo representa uma nova alternativa frente ao modelo fordista e já passa a ser analisado e comparado com o anterior não só quanto à sua efetividade produtiva, mas também pelas implicações...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • administraçã
  • Administraçã
  • TEORIA DA ADMINISTRAÇÃ
  • Relatorio de estagio para area de administraçã
  • Administraçã de Produçao I
  • AD 1 Administraçã Publica
  • Behaviorismo
  • Portifólio Individual Administraçã 1 semestre UNOPAR

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!