Adeus professor , adeus professora

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 20 (5000 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 15 de abril de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
Adeus Professor, Adeus Professora?

Novas exigências educacionais e profissão docente.

José Carlos Libâneo

Cortez Editora

Educação e Tecnologia

Professor Orientador: Sérgio

Introdução

Os educadores são unânimes em reconhecer o impacto das atuais transformações econômicas, políticas, sociais e culturais na educação e no ensino, levando a uma reavaliação do papel da escola edos professores. Entretanto, por mais que a escola básica seja afetada nas suas funções, na sua estrutura organizacional, nos seus conteúdos e métodos, ela mantém-se como instituição necessária à democratização da sociedade. Por isso, o tema da formação de professores assume no Brasil de hoje importância crucial, ainda que a questão de fundo continue sendo as políticas públicas e as efetivascondições de funcionamento das escolas públicas. Não há reforma educacional, não há proposta pedagógica sem professores, já que são os profissionais mais diretamente envolvidos com os processos e resultados da aprendizagem escolar.
Objetivos convencionais da escola - transmissão-assimilação
ativa dos conteúdos escolares, desenvolvimento do pensamento autônomo, crítico e criativo, formação de qualidadesmorais, atitudes, convicções - às exigências postas pela sociedade comunicacional, informática e globalizada: maior competência reflexiva, interação crítica com as mídias e multimídias, conjunção da escola com outros universos culturais, conhecimento e uso da informática, formação continuada (aprender a aprender), capacidade de diálogo e comunicação com os outros, reconhecimento das diferenças,solidariedade, qualidade de vida, preservação ambiental. Poucos educadores discordam dessas tarefas da educação escolar. Com efeito, elas assumem uma importância crucial ante as transformações do mundo atual. Diante dessas exigências, a escola precisa oferecer serviços de qualidade e um produto de qualidade, de modo que os alunos que passem por ela ganhem melhores e mais efetivas condições deexercício da liberdade política e intelectual. É este o desafio que se põe à educação escolar neste final de século. Para isso, há muitas outras tarefas pela frente. É preciso resgatar a profissionalidade do professor, reconfigurar as características de sua profissão na busca da identidade profissional.
É preciso fortalecer as lutas sindicais por salários dignos e condições de trabalho. É preciso,junto com isso, ampliar o leque de ação dos sindicatos envolvendo também a luta por uma formação de qualidade, de modo que a profissão ganhe mais credibilidade e dignidade profissional.

I
PROFISSÃO PROFESSOR OU ADEUS PROFESSOR,
ADEUS PROFESSORA? Exigências educacionais
Contemporâneas e novas atitudes docentes

Terá chegado o tempo em que não serão mais necessários os professores? Se aindaforem uteis, serão capazes de competir com os meios de comunicação, recursos muito mais poderosos na motivação dos estudantes do que a sala de aula?
Haveria necessidade de formar professores, ainda mais se considerando os baixos salários que lhe são pagos e o desprestigio social da profissão?
São perguntas embaraçosas que confundem a cabeça das pessoas. Muitos professores temem perder o emprego,outros se apavoram quando são pressionados a lidar com equipamentos eletrônicos. Por outro lado, setores ligados a órgãos oficiais (Secretarias de Educação, exemplo) imaginam que a utilização das novas tecnologias seria suficiente para formar ou capacitar professores.
È verdade que o mundo contemporâneo, neste momento da historia denominado ora sociedade pós-moderna, pós-industrial ou pós-mercantil,ora de modernidade tardia- esta marcada pelos avanços na comunicação e informática e por outras tantas transformações tecnológicas e cientificas. Essas transformações intervêm nas varias esferas da vida social, provocando mudança econômica, sociais, políticas, culturais, afetando, as escolas e o exercício profissional da docência.
A participação das pessoas na vida política vem perdendo...
tracking img