Adam smith

Páginas: 2 (259 palavras) Publicado: 29 de março de 2013
Adam Smith

Adam Smith nasceu na Escócia. Além de línguas estudou Ciências Morais e Politicas em Oxford. É considerado o fundador escola clássica. Em1759, elaborou a teoria dos Sentimentos Morais, dedicando-se a partir deste momento, mais a jurisprudência e à economia do que as doutrinas morais.
Sua obra,A Natureza das Causas da Riqueza das Nações foi publicada em 1776 e sua fama foi imediata e a reputação de Smith se estabeleceu para sempre.

Para Smith asolução era encontrada nas leis do mercado, e na interação do interesse individual e na concorrência , uma vez que o empresário se vê obrigado pelasforças da concorrência a vender suas mercadorias a um preço próximo do custo de produção: É preciso é eficiente para manter seus custos baixos e permanecer emcondições competitivas.

A “mão invisível” do mercado não só designa as tarefas, mas também dirige as pessoas na escolha da profissão, fazendo com que se leveem conta as necessidades sociais.

Smith foi o o grande professor do laissez faire , isto é , da não interversão do governo nos assuntos econômicos.
Aobra de Smith baseia-se na teoria da acumulação, que é condicionada pela distribuição de renda entre as classes sociais, e sobretudo, na parte que cabe aoscapitalistas e proprietários de terra.
Smith destacou os efeitos da acumulação dos lucros dos empresários, pois se convertem em maquinaria, o que permitiramaiores possibilidades de divisão do trabalho e aumento de produção. Por isso A. Smith via na acumulação dos lucros, o que impulsona a melhoria da sociedade.
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • adam smith
  • Adam Smith
  • Adam Smith
  • Adam Smith
  • Adam Smith
  • Adam smith
  • adam smith
  • Adam Smith

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!