Ad1 lp1 2010.1

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 6 (1435 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 3 de janeiro de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
[pic]
UNIVERSIDADE FEDERAL DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO
CENTRO DE CIÊNCIAS HUMANAS E SOCIAIS - CCH
PEDAGOGIA PARA OS ANOS INICIAIS DO ENSINO FUNDAMENTAL/CEDERJ

AVALIAÇÃO A DISTÃNCIA (AD 1)
LÍNGUA PORTUGUESA NA EDUCAÇÃO 1
2010.1



Nome: .................................................................. Mat.:........................................


Pólo: Rio BonitoPrezados Colegas:


Esperamos que o material impresso de Língua Portuguesa na Educação 1 esteja lhe proporcionando momentos de reflexão sobre o uso de nossa língua materna. Este é o nosso objetivo número um !!!
Como você vai perceber, nossas ADs buscam essas reflexões por meio de estudos dirigidos aos pontos mais representativos de nossa disciplina.
Nesta AD, você encontrará uma questãorelativa a esses pontos representativos.
Leia atentamente a questão e tente respondê-la com suas palavras, a partir de seu entendimento e da Oficina da qual você participou.

Boa sorte!!!


Questão única
A partir da exibição do filme Abril Despedaçado e levando em conta a leitura do material impresso da disciplina Língua Portuguesa na Educação 1, bem como a leitura do livro PreconceitoLingüístico, de Marcos Bagno, retire quatro passagens/trechos do livro de Marcos Bagno que fundamentem, respectivamente, os conceitos de poder, ideologia, cidadania e identidade cultural que se apresentaram no material impresso e no filme. Justifique suas escolhas!

Resposta:
O Filme “Abril Despedaçado” conta a história de duas famílias marcadas pela pobreza, a disputa pela terra, a guerra defamílias e a grande tristeza presente na face dos personagens.
Rodrigo Santoro faz o irmão de 20 anos que pela honra da família, precisa vingar a morte de seu irmão mais velho. O menino tem sua espontaneidade reprimida e seus sonhos calados pela vida dura que levam junto aos pais. O trabalho é o mais importante. Ninguém se atreve a parar ‘a roda de bois’, nem mesmo os últimos dias de vida de umfilho ou os sonhos de menino, representado pelo livro. Tudo é limitado, os movimentos, as palavras, a visão de mundo. Homens e bois se equivalem. O trabalho é a sobrevivência, é a honra.
Percebemos claramente nesse filme idéias contidas no livro “Preconceito lingüístico, de Marcos Bagno e no material impresso da disciplina Língua Portuguesa na Educação .
Uma época, que não a nossa.Uma cultura diferente. Uma família pertencente as camada mais pobres de nossa sociedade falantes de uma das variedades estigmatizadas do Português brasileiro.
Seguem-se as quatro passagens do livro de Marcos Bagno que fundamentam os conceitos de poder, ideologia, cidadania e identidade cultural que se apresentaram no material impresso e no filme.
• Poder:
“Como a educação dequalidade ainda é privilégio de muito pouca gente em nosso país, uma quantidade gigantesca de brasileiros permanece à margem do domínio das formas privilegiadas do uso da língua. Assim tal como existem milhões de brasileiros sem teto, sem trabalho, sem saúde, também existem milhões de brasileiros que poderíamos chamar de “sem língua”. Afinal se formos acreditar no mito da língua única, (identificadacom a norma-padrão tradicional), existem milhões de pessoas neste país, que não tem acesso a essa “língua”, que é empregada pelas instituições oficiais, pelos órgãos do poder – são os sem-língua.É claro que eles tem uma língua, também falam o português brasileiro, só que falam variedades linguísticas estigmatizadas, que não são reconhecidas como válidas, que são desprestigiadas, ridicularizadas,alvo de chacota e escárnio por parte dos falantes urbanos mais letrados – por isso podemos chamá-los de sem-língua.” (Bagno, 1999 - 52ed., p.29-30)
A relação de poder expresso no uso da língua fica evidente no filme. Tonho, ao receber a fita preta do patriarca da família Ferreira, não questiona e é profundamente marcado pela fala deste. Sua vida passa a estar dividida em dois. Os anos...
tracking img