Actina

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 5 (1005 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 1 de maio de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
CITOESQUELETO
CITOESQUELETO

CITOESQUELETO
- Sistema
citoplasmático de
fibras proteicas
- Arcabouço para a
estrutura celular
- Estrutura dinâmica:
rearranjos

CITOESQUELETO
Movimentos celulares:
- Contração fibra
muscular
- Protusões celulares
- Constrição célula em
divisão
Mov. intracelulares:
- Separação de
cromossomos
- Transporte de
vesículas

CITOESQUELETOComposto por três tipos de fibras:

Microfilamentos
Actina
7-9 nm

Filamentos
Intermediários
10 nm

Microtúbulos
Tubulina
24 nm

CITOESQUELETO
DE ACTINA
Microfilamentos
organizados em:
- feixes (bundle)
- redes (network)
Podem ser reestruturados:
- deslocamento celular
- controle da forma celular

CITOESQUELETO DE ACTINA

CITOESQUELETO DE ACTINA

CITOESQUELETO DE ACTINA CITOESQUELETO
DE ACTINA
Microfilamentos
organizados em:
- feixes (bundle)
- redes (network)
Podem ser reestruturados:
- deslocamento celular
- controle da forma celular
Como ocorre a formação dos
microfilamentos?

ESTRUTURA DA ACTINA

Actina G (globular)
- Forma monomérica
da proteína
- Liga-se a um ATP
(vermelho) e Mg+2
(amarelo)

ATP → ADP + Pi

POLIMERIZAÇÃO DAACTINA

- Actina G interage com outros monômeros formando um feixe:
Actina Filamentosa (F)
- Actina G monomérica está ligada a ATP
- Actina G é adicionada ao filamento → hidrolisa ATP (estabiliza feixe)
- Actina F polimérica ligada a ADP
- Microfilamento de actina (7-9 nm)

POLIMERIZAÇÃO DA ACTINA

POLARIZAÇÃO DO
MICROFILAMENTO

CITOESQUELETO
DE ACTINA
Microfilamentos
organizadosem:
- feixes (bundle)
- redes (network)
Podem ser reestruturados:
- deslocamento celular
- controle da forma celular
Como ocorre a organização
dos microfilamentos?

PROTEÍNAS DE LIGAÇÃO CRUZADA DE ACTINA

FASCINA, FIMBRINA
Microfilamentos em paralelo
FORMAÇÂO DE FEIXES

FILAMINA
Microfilamentos em ângulo
FORMAÇÃO DE REDES

CITOESQUELETO DE ACTINA
E MEMBRANA CELULAR CITOESQUELETO DE ACTINA
E MEMBRANA CELULAR
HEMÁCIAS

CITOESQUELETO DE ACTINA
E MEMBRANA CELULAR
MÚSCULO

Deficiência Genética de Distrofina =
Distrofia Muscular de Duchenne
- Fatal
- 1:3.500 nascimentos ♂
- Contração muscular repetida
→ estresse mecânico da
membrana → degeneração celular

CITOESQUELETO DE ACTINA
E MEMBRANA CELULAR
EPITÉLIO
INTESTINAL

DINÂMICA DOS MICROFILAMENTOSMICROFILAMENTOS NÃO SÃO ESTÁTICOS
- Microfilamentos podem variar seu comprimento:
Actinas podem ser adicionadas ou removidas
- Microfilamentos com tamanho constante:
Actinas são adicionadas e removidas na mesma taxa
- Redes e feixes podem ser desfeitos e reestruturados

DINÂMICA DOS MICROFILAMENTOS

PROTEÍNAS ACESSÓRIAS:
- Timosina: bloqueia a polimerização
- Profilina: promovepolimerização

DINÂMICA DOS MICROFILAMENTOS

PROTEÍNAS ACESSÓRIAS:
- gCAP39, CapZ: estabilizam extremidade (+)
- Tropomodulina: estabiliza extremidade (-)

DINÂMICA DOS MICROFILAMENTOS

PROTEÍNAS ACESSÓRIAS:
- Gelsolina, Cofilina:
ruptura de microfilamentos
- Redes e feixes podem ser desfeitos
e reestruturados

DINÂMICA DOS MICROFILAMENTOS
REARRANJO DO
CITOESQUELETO DE
ACTINA
-Motilidade celular

DINÂMICA DOS MICROFILAMENTOS
REARRANJO DO CITOESQUELETO DE ACTINA
- Deslocamento celular

DINÂMICA DOS MICROFILAMENTOS
REARRANJO DO CITOESQUELETO DE ACTINA
- Motilidade celular

DINÂMICA DOS MICROFILAMENTOS
INFECÇÃO
POR Listeria
- bactéria que
apresenta um
ativador da
profilina em
sua superfície

DINÂMICA DOS MICROFILAMENTOS
REARRANJO DO CITOESQUELETO DEACTINA
- Alterações da forma celular: Ativação de plaquetas

MOVIMENTAÇÃO DO
CITOESQUELETO DE ACTINA

1. REMODELAÇÃO DOS
MICROFILAMENTOS
2. AÇÃO DA MIOSINA

MIOSINA
- Miosinas:
Motores moleculares
- Encontradas em todas as células
- Proteínas quaternárias:
Cadeia leve
Cadeia pesada
- Cadeia pesada
Domínios característicos
cabeça, pescoço e cauda
Cabeça: ligação a ATP e...
tracking img