Acessibilidade

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 9 (2221 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 14 de abril de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
DEZ 1997

ABNT-Associação
Brasileira de
Normas Técnicas

NBR 14022

Transporte - Acessibilidade à pessoa
portadora de deficiência em ônibus e
trólebus, para atendimento urbano e
intermunicipal

Sede:
Rio de Janeiro
Av. Treze de Maio, 13 - 28º andar
CEP 20003-900 - Caixa Postal 1680
Rio de Janeiro - RJ
Tel.: PABX (021) 210 -3122
Fax: (021) 240-8249/532-2143
EndereçoTelegráfico:
NORMATÉCNICA

Copyright © 1997,
ABNT–Associação Brasileira
de Normas Técnicas
Printed in Brazil/
Impresso no Brasil
Todos os direitos reservados

Origem: Projeto NBR 10984-3:1996
CB-16 - Comitê Brasileiro de Transportes e Tráfego
CE-16:009.06 - Comissão de Estudo de Pessoas Portadoras de Deficiência
NBR 14022 - Transportation - Accessibility to buses and trolleybuses, in cities
andmetropolitan areas, for the handicapped
Descriptors: Buses. Trolleybuses. Accessibility. Disabled persons
Válida a partir de 29.01.1998
Palavras-chave: Ônibus. Trólebus. Acessibilidade. Pessoa
portadora de deficiência

Sumário
Prefácio
1 Objetivo
2 Referências normativas
3 Definições
4 Local de embarque e desembarque
5 Fronteira
6 Veículo acessível
7 Comunicação e sinalização
8Procedimentos complementares

Prefácio
A ABNT - Associação Brasileira de Normas Técnicas - é o
Fórum Nacional de Normalização. As Normas Brasileiras,
cujo conteúdo é de responsabilidade dos Comitês
Brasileiros (CB) e dos Organismos de Normalização
Setorial (ONS), são elaboradas por Comissões de Estudo
(CE), formadas por representantes dos setores envolvidos,
delas fazendo parte: produtores,consumidores e neutros
(universidades, laboratórios e outros).
Os Projetos de Norma Brasileira, elaborados no âmbito
dos CB e ONS, circulam para Votação Nacional entre os
associados da ABNT e demais interessados.

1 Objetivo
Esta Norma estabelece os padrões e critérios que visam
proporcionar à pessoa portadora de deficiência acessibilidade ao transporte em ônibus e trólebus, paraatendimento urbano e intermunicipal.
NOTA - Não estão incluídos nesta Norma os ônibus rodoviários.

8 páginas

2 Referências normativas
As normas relacionadas a seguir contêm disposições que,
ao serem citadas neste texto, constituem prescrições para
esta Norma. As edições indicadas estavam em vigor no
momento desta publicação. Como toda norma está sujeita
a revisão, recomenda-se àqueles querealizam acordos
com base nesta que verifiquem a conveniência de se
usarem as edições mais recentes das normas citadas a
seguir. A ABNT possui a informação das normas em vigor
em um dado momento.
Resolução CONMETRO nº 01/93 de 26/01/93 - Define
padronização de carroçaria de ônibus urbano
NBR 9050:1994 - Acessibilidade de pessoas portadoras de deficiências a edificações, espaço, mobiliário eequipamentos urbanos - Procedimento
NBR 9077:1993 - Saídas de emergência em edifícios
- Procedimento
NBR 12486:1991 - Comunicação visual em transporte coletivo urbano por ônibus - Padronização

3 Definições
Para os efeitos desta Norma, aplicam as seguintes
definições.
3.1 acessibilidade: Possibilidade e condição de alcance
para utilização de ônibus e trólebus com segurança e
autonomia. NBR 14022:1997

2

3.2 desnível: Qualquer diferença de altura entre dois
planos horizontais.
3.3 fronteira: Local de transição entre áreas de embarque
e desembarque e o veículo.
3.4 mobilidade reduzida: Condição que faz a pessoa se
movimentar com dificuldade e insegurança, usando ou
não aparelhos ortopédicos ou próteses, incluindo-se
idosos, gestantes e pessoas com criança no colo.
3.5ponto de parada acessível: Espaço localizado ao
longo do percurso do veículo, que permite o embarque e
desembarque de pessoas com mobilidade reduzida ou
em cadeiras de rodas.
3.6 terminal: Edificação destinada ao embarque e desembarque de usuários de ônibus e/ou trólebus.
3.7 vão: Distância horizontal resultante da descontinuidade entre dois planos.
3.8 veículo acessível: Aquele que...
tracking img