Acessibilidade

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 12 (2829 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 28 de agosto de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Aluno: Lucas Ferreira
Tema: acessibilidade
28/08/2012

Educação inclusiva: um abordagem sobre a acessibilidade em instituições educacionais | | |

Resumo
A sociedade encontra-se atualmente num período de adaptação e aceitação dos portadores de necessidades especiais. Mas quem ainda hoje não se depara com obstáculos físicos e falhas nas edificações que dificultam a passagem e acesso daspessoas com necessidades especiais? Estas por sua vez podem ser possuir alguma deficiência, como cadeirantes ou deficientes visuais ou simplesmente uma mãe empurrando o carrinho de bebê. Analisando desta forma podemos considerar o quão importante é a acessibilidade para a sociedade. Em se tratando de ambientes educacionais esta adaptação torna-se ainda mais necessária, uma vez que uma edificaçãoescolar não adaptada pode excluir crianças do seu direito de ao ensino e aprendizado previsto em lei.
Palavras chave: educação, acessibilidade, adaptação, inclusão.
Desde os primórdios até os dias atuais, houve significativos avanços no que se refere ao tratamento e educação dos portadores de necessidades especiais. Isso só foi possível após uma longa caminhada, marcada por abandono epreconceito do meio social.
Podemos dizer que uma das tarefas mais difíceis do processo de inclusão é a acessibilidade, uma vez que a sociedade ainda não se encontra preparada para receber estes portadores satisfatoriamente.
No que tange o histórico sobre a acessibilidade algumas mudanças foram imprescindíveis para os grandes avanços e conquistas atuais, como por exemplo, na década de 80, com oaparecimento dos primeiros movimentos pela busca de direitos das pessoas com necessidades especiais, a preocupação inicial era eliminar obstáculos arquitetônicos, sobretudo em edificações. Anos mais tarde este conceito foi ampliado passando a incluir também as barreiras ambientais e atitudinais, ou seja, forma ou maneira das pessoas se manifestarem sobre este propósito (com ou sem preconceitos).
Já emmeados dos anos 90, surge o conceito de desenho universal, ou seja, um planejamento arquitetônico ambiental, de comunicação e de transporte onde todas as características das pessoas são atendidas, independentemente de possuírem ou não uma deficiência. O desenho universal procura romper com a visão de uma arquitetura voltada para um ideal de homem ou a um pretenso homem médio, buscando respeitar adiversidade humana. (BUENO, 2007)

Outro significativo avanço acontece, quando a definição de acessibilidade passa a não atribuir somente aos obstáculos produzidos pela sociedade, mas também ao direito de inclusão à cidadania.
Não obstante há ainda muito que ser conquistado, pois ainda hoje é muito comum encontrarmos calçadas sem rampa e desniveladas, espaços públicos em geral com nenhumaadaptação que facilite o percurso ou mesmo o lazer destas pessoas. Dentre os inúmeros exemplos podemos citar ainda, categoricamente como o mais grave de todas as instituições de ensino, uma vez que ainda contamos com péssimas estruturas físicas nas escolas e com o despreparo da maioria dos professores em lidar com estes alunos.
Parte das escolas brasileiras ainda possui edificações escolares antigase não receberam reforma físicas que possibilitassem o livre acesso de alunos portadores de necessidades especiais ás suas dependências.
Este ainda é um dos principais empecilhos que ao mesmo tempo dificultam e exclui alunos que necessitem de um ambiente acessível do seu direito de frequentar o espaço escolar em classes regulares.
Este fato remete, entretanto, a uma das principais polêmicas emtorno da educação especial. As Diretrizes Nacionais para a Educação Especial na Educação Básica determinam que os sistemas de ensino devam matricular todos os alunos, sendo de responsabilidade das escolas organizarem-se para o atendimento àqueles com necessidades especiais, oferecendo-lhes condições necessárias para uma educação de qualidade.
Esta questão incentivada ainda pela Política Nacional...
tracking img