Acessibilidade no lazer

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 29 (7021 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 23 de junho de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
CENTRO UNIVERSITÁRIO ADVENTISTA DE SÃO PAULO
CAMPUS HORTOLÂNDIA

LUCÉLIA SOARES SILVA

ACESSIBILIDADE EM HORTOLANDIA
ANÁLISE DOS RESTAURANTES, CHURRASCARIAS E PIZZARIAS DO MUNICÍPIO

HORTOLÂNDIA
2012

LUCÉLIA SOARES SILVA

ACESSIBILIDADE EM HORTOLANDIA
ANÁLISE DOS RESTAURANTES, CHURRASCARIAS E PIZZARIAS DO MUNICÍPIO

Trabalho de Conclusão de Curso do Centro UniversitárioAdventista de São Paulo do curso de Educação Especial Inclusiva, sob orientação da prof. Rita de Fátima da Silva.

HORTOLÂNDIA
2012

Trabalho de Conclusão de Curso do Centro Universitário Adventista de São Paulo, do curso de Educação Especial Inclusiva apresentado e aprovado em
____ de ____________ de ______.


_________________________________________________
Orientadora Rita de Fátimada Silva





_________________________________________________
Colocar aqui o nome do segundo leitor e assinar na linha acima



LISTA DE TABELAS

Tabela 1: Estado de conservação das calçadas 13
Tabela 2: Especificação do tipo de piso externo (calçadas) 13
Tabela 3: Guias rebaixadas 14
Tabela 4: Rampas acessíveis 14
Tabela 5: Sinalização Tátil de Alerta emInterferências 14
Tabela 6: Estado de Conservação da circulação interna 14
Tabela 7: Especificação do tipo de piso (dentro do lote) 14
Tabela 8: Circulações e acessos 14
Tabela 9: Os ambientes internos são acessíveis (em %) 14
Tabela 10: Quanto às circulações internas principais 14
Tabela 11: Quantidade de sanitários acessíveis 15
Tabela 12: Localização de acordo com a edificação 15Tabela 13: Disposição dos acessórios 15
Tabela 14: Instalação das barras de apoio 15
Tabela 15: Largura da porta 15
Tabela 16: Acessórios adequados da porta 15
Tabela 17: A edificação permite autonomia e segurança 15
Tabela 18: A edificação possui pisos táteis de alerta 15
Tabela 19: A edificação possui pisos táteis direcionais 15
Tabela 20: Sinalização em batentes 16
Tabela 21:Sinalização em corrimão e circulações 16
Tabela 22: Em mapas táteis 16
Tabela 23: Em cardápios 16
Tabela 24: Quanto ao SIA de equipamentos acessíveis 16
Tabela 25: Em qualquer tipo de desnível existente 16
Tabela 26: Sobre as quantidades de assentos 17
Tabela 27: Sobre o atendimento às pessoas 17
Tabela 28: Sobre o atendimento à pessoa com deficiência auditiva 17
Tabela 29: Sobre aexistência do serviço 17
Tabela 30: Sobre a distância do acesso à edificação 17
Tabela 31: Referente ao estacionamento 17
Tabela 32: Mobiliário - Dispositivos pertinentes à utilização dos serviços (em %) 17
Tabela 33: Bebedouro - Dispositivos pertinentes à utilização dos serviços (em %) 18
Tabela 34: Telefone acessível - Dispositivos pertinentes à utilização dos serviços (em %) 18
Tabela35: TPS - Dispositivos adequados e acessíveis à utilização dos serviços (em %) 18
Tabela 36: Comunicação sonora 18

SUMÁRIO

1. INTRODUÇÃO 7
1.1. Objetivo geral 11
1.2. Objetivos Específicos 11
1.3. Justificativa 11
2. METODOLOGIA 12
3. APRESENTAÇÃO DOS DADOS 13
4. CONSIDERAÇÕES FINAIS 18
5. REFERENCIAS BIBLIOGRÁFICA 20
ANEXOS 21
Anexo A - MODELO DE RELATÓRIO DEDIAGNÓSTICO DE ACESSIBILIDADE 21
Anexo B - ROTEIRO DE INSPEÇÃO - VERIFICAÇÃO DA ACESSIBILIDADE DA EDIFICAÇÃO 22
Anexo C - CARTA DE APRESENTAÇÃO / ACEITE 25
Anexo D – CONSENTIMENTO FORMA LIVRE E ESCLARECIDO (CFLE) 26

ACESSIBILIDADE EM HORTOLANDIA
ANÁLISE DOS RESTAURANTES, CHURRASCARIAS E PIZZARIAS DO MUNICÍPIO

LUCÉLIA SOARES SILVA, Tecnóloga em Administração de Redes de Computadorespelo Instituto Brasileiro de Tecnologias Avançadas - Veris IBTA – Campus de Campinas/SP. Psicopedagoga Institucional e Clinica pela Faculdade Adventista de Educação – Campus de Hortolândia. Especialista em Educação Especial Inclusiva pela Faculdade Adventista de Educação – Campus de Hortolândia/SP. Professora e Coordenadora de Cursos Profissionalizantes da Escola People Computação Jd. Amanda de...
tracking img