Acessibilidade em um centro de reabilitação

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 17 (4227 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 4 de novembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Introdução
Temos cinco principais sentidos com os quais percebemos o mundo à nossa volta – olfato, paladar e tato são os sentidos mais ligados às sensações corporais; e audição e visão que são os sentidos mais desenvolvidos.O sentido da audição se dá no tempo, ou seja, quando ouvimos um som ele tem começo e fim e pode se repetir. Já o sentido da visão se dá no espaço, ele é contínuo e percebidode forma imediata, sendo responsável por 80% das informações que recebemos, é muito importante na formação da noção de realidade. Qualquer tipo de deficiência causa uma queda na autoestima, que deve ser superada através da realização de atividades, como por exemplo: esportes, grupos artísticos, reabilitação, e contato com a cidade. As cidades devem começar a adaptar-se ao deficiente físico e não ocontrário.

REFERÊNCIAL TEÓRICO
Deficiência Auditiva

A deficiência auditiva é uma perda parcial ou total das possibilidades auditivas sonoras, variando em graus e níveis.
É importante o diagnóstico precoce da surdez, possível a partir do 5º mês de gestação, para que sejam proporcionados estímulos adequados para o completo desenvolvimento do indivíduo. A deficiência auditiva dá origem auma variedade de sintomas que afetam a fala e a linguagem de crianças e adolescentes. Quanto mais profunda for a perda, maior será o comprometimento do desenvolvimento da comunicação. Porém, até mesmo problemas de perdas de audição de grau leve em crianças, podem levar a consequências sérias no aspecto da linguagem.
As perdas auditivas classificam-se em:
Perda auditiva leve: O indivíduo apresentadificuldade em compreender as palavras por não perceberem os fonemas, ele não consegue ouvir quando a voz está distante;
Perda auditiva moderada: O indivíduo identifica ruídos graves, consegue compreender verbalmente através da aptidão visual.
Perda auditiva profunda: O indivíduo não consegue perceber a voz humana, pois não existe um feedback auditivo, porém as pistas visuais são percebidas comêxito.
O deficiente auditivo pode apresentar certos problemas de comportamento como:

* Relutância em manter contato com pessoas estranhas;
* Relutância em mostrar o aparelho auditivo, tentando esconder a deficiência, principalmente em adolescentes;
•Concretismo na análise da realidade;
* Rigidez de pensamento;
* Imaturidade em relação ao ajustamento social;
* Tendência parao isolamento social dos ouvintes;
* Ansiedade;
* Capacidade de concentração reduzida.
Um bom desenvolvimento físico e motor é muito importante ao deficiente auditivo, pois é “através do corpo que mais frequentemente experimentam situações de sucesso, tornando-se um recurso de comunicação e interação social sem comparação”. As modalidades especiais para deficientes auditivos visam atendermuito mais a necessidades sociais e de comunicação do que condições físicas. Ao contrário do que muitas pessoas pensam, é possível trabalhar música com deficientes auditivos, sendo eles capazes de responder a ela através da dança e da expressão corporal. De forma adequada a cada ritmo e de maneira intensa e alegre. O trabalho com a música pode ter dois objetivos, a música por si só ou ainda finsterapêuticos (enriquecimento do vocabulário, melhoria da auto-imagem, estimulação da leitura labial, desenvolver ritmicidade na fala e introdução ao mundo sonoro). Paratanto, a criança deve ser estimulada a descobrir e a perceber as vibrações sonoras através de todo o seu corpo (tocar instrumentos, realizar movimentos rítmicos com o corpo, palmas, etc). Estratégia de comunicação: leitura labial,gestos, libras e cores.
Sala de Música (estimular o corpo através de vibrações sonoras.)
- Sala de Dança (estimular os movimentos.)
- Sala para atividades em geral (Libras, atividades dinâmicas com cores entre outros.)
- Sala para médicos e especialistas (por exemploaudiologista)
- Espaço para recreação e atividades físicas ao ar livre.
Profissionalização do Deficiente Auditivo
Deficientes...
tracking img