Abuso infantil - falsasdenuncias

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 34 (8401 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 17 de janeiro de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
Falsas denúncias e o Diagnóstico diferencial das alegações de abuso sexual*
False Statements and the Differential Diagnosis of Abuse Allegations
William Bernet, M.D. Tradução Brasileira: Tamara Brockhausen**

Resumo
O objetivo deste artigo é classificar e definir as várias formas de alegações de abuso sexual infantil, uma vez que os psiquiatras infantis não têm uma forma consistente declassificá-las e em função de não haver definições gerais aceitas sobre as muitas formas as quais as alegações podem surgir. Método: o autor fez uma revisão de 40 artigos, capítulo e livros que contém exemplos de falsas alegações de abuso sexual feitas por crianças e seus cuidadores. Resultado: Este artigo explica os conceitos de programação, sugestão, fantasia, delírio, má interpretação, mentirainocente, mentira deliberada, confabulação, pseudologia fantástica, hiperestimulação, contágio grupal e substituição de figura do agressor. Conclusão: A correta classificação das alegações de abuso sexual é importante tanto no campo clínico como no campo forênsico da psiquiatria. As definições neste artigo, são baseadas em experiências clínicas que deverão ser estudadas através de pesquisassistemáticas. J.Am. Acad. Child Adoles. Psychiatry, 1993, 32, 5: 903-910. Palavras-chave: Abuso infantil, abuso sexual, falsas alegações, mentira, confabulação, pseudologia fantástica.
Este artigo foi publicado originalmente no periódico J. Am. Acad. Child Adolesc. Psychiatry, 32:5, William Bernet, False Statements and the Differential Diagnosis of Abuse Allegations, p.903-910, Direitos autorais Elsevier,1993. ** Psicóloga pela PUC-SP, especialista em psicologia clínica e psicanálise, assistente técnica e perita psicóloga, expert em Alienação Parental e diagnóstico diferencial de abuso sexual infantil, mestranda na USP com tema em Síndrome de Alienação Parental. E-mail: tamarahausen@ hotmail.com NOTA À EDIÇÃO BRASILEIRA William Bernet, diretor e professor da faculdade do departamento de psiquiatriaforense em Vanderbilt, nos EUA, atua em avaliações na área criminal e civil para os tribunais, nos EUA.
*

Psic. Rev. São Paulo, volume 19, n.2, 263-288, 2010

264

William Bernet

Abstract
Objective: Because child psychiatrists do not have a consistent way to classify the untruthful child and because there are no generally accepted definitions of the many ways in which false statementsoccur in allegations of abuse, the objective of this paper is to classify and define the various ways in which false statements occur in allegations of abuse. Method: the author reviewed 40 articles, chapters, and books that contained examples of false statements made by children or caregivers in the context of an abuse allegation. Results: this paper clarifies the concepts of indoctrination,suggestion, fantasy, delusion, misinterpretation, miscommunication, innocent lying, deliberate lying, confabulation, pseudologia phantastica, overstimulation, group contagion,
Sua práxis envolve avaliação de situações ligadas a guarda de filhos e maus-tratos infantis, tais como abuso sexual, falsas alegações, alienação parental, entre outros. É autor dos livros, Parental Alienation, DSM-5 and ICD 11(2010) e Children of divorce (Bernet, Ash, 2007) e de artigos científicos, tais como Allegations of abuse created in a single interview (Bernet, 1997) e Practice Parameters for the forensic evaluation of children and adolescents who may have been sexually abused (1997). O presente artigo foi publicado em 1993 em revista científica de psiquiatria infantil. Diferentemente do Brasil, nos EUA,psiquiatras usualmente realizam avaliações em situações de disputas de guarda ou avaliações para detectar eventual abuso sexual. Esse trabalho assemelhase ao das perícias psicológicas que ocorrem em âmbito judicial, em nosso país, envolvendo a atuação de profissional psicólogo ou assistente social concursados. A importância de tornar acessível em Língua Portuguesa artigo que foi publicado há...
tracking img