Aborto

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 9 (2055 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 29 de outubro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Aborto
 
Definições:
O que é o aborto?
Aborto é a interrupção da gravidez pela morte do feto ou embrião, junto com os anexos ovulares. Pode ser espontâneo ou provocado. O feto expulso com menos de 0,5Kg ou 20 semanas de gestação é considerado aborto.
Aborto espontâneo
O aborto espontâneo é o término acidental de uma gravidez com menos de 20 semanas de gestação. A causa mais comum é odefeito no embrião. Os fetos com más formações morrem antes do fim da gravidez e por isso impede o seu desenvolvimento natural, daí resulta um aborto involuntário.
Aborto provocado
Aborto provocado é a interrupção deliberada da gravidez; pela extracção do feto da cavidade uterina.
 
Fig.2
Interrupção voluntária da gravidez
O aborto voluntário ou forçado ocorre quando alguém provoca pela ingestãode medicamentos ou por métodos mecânicos a expulsão. A ética deste tipo de abortamento é fortemente discutida em todo o mundo. O grande ponto desta discussão passa por definir quando o feto ou embrião se torna humano ou vivo: se na concepção, no nascimento ou num ponto intermediário.
Como a prática é ilegal em muitos países (podendo ser mesmo considerado crime), muitas mulheres, movidas pordiversos motivos (económicos, vergonha, medo da reacção dos parentes mais próximos, ou por outras razões), procuram abortar clandestinamente usando métodos perigosos que põe em risco a sua própria vida. Entre os métodos mais comuns pode-se referir o uso de plantas abortivas como a arruda, erva-santa-maria, tanaceto, sabina ou o fungo cravagem de centeio. Outros expedientes usados que resultamfrequentemente em tragédia, são a introdução de objectos no canal vaginal, como agulhas de tricô, tesouras ou antenas, que provoquem a morte do feto.
Procedimentos empregados para a interrupção da gravidez
Os métodos mais comuns utilizados por profissionais para provocar o abortamento são a curetagem e a aspiração uterina.
Para fazer a curetagem, o médico, após alargar a entrada do útero dapaciente, introduz dentro dela a chamada cureta, que é um instrumento cirúrgico cortante, em forma de colher. Servindo-se da cureta, um médico habilidoso pode ir cortando o feto em pedaços, e retirá-los um a um de dentro do útero. Além do feto, também a placenta deve ser retirada e cortada. Após concluído o procedimento, o médico deve remontar os pedaços do corpo numa mesa a parte para certificar-se deque não restou pedaço algum no útero da gestante.
O procedimento de aspiração uterina distingue-se da curetagem porque, em vez de o médico introduzir a cureta no útero da gestante e retalhar manualmente o feto, ele introduz uma cânula de vidro, cujas extremidades internas são cortantes. A cânula está acoplada a um aparelho de vácuo e, quando o vácuo é produzido, o feto é sugado pelo equipamento evai sendo cortado em pedaços á medida em que os seus membros passem pela cânula. Como a cabeça do feto é muito grande para ser sugada pelo aparelho, o médico deve primeiro esmaga-la manualmente, antes do fim do procedimento, para que possa ser retirada pelo aparelho de sucção.
 
 
Legislação
Aqui abaixo está uma figura, no qual nos mostra como o aborto é ou não permitido no mundo.

Fig.3 Brasil:
O aborto voluntário no Brasil é considerado crime, salvo em caso de violação ou quando a mãe está comprovadamente ameaçada pela gestação.
Portugal:
Em Portugal a interrupção voluntária da gravidez também é punida até três anos de prisão.

Alemanha:
O aborto até ao terceiro mês de gravidez é permitido. É exigido apenas que a mulher tenha uma entrevista com um conselheiroespecializado antes de tomar a decisão.
Áustria:
Já desde 1975 que na Áustria (um país católico e conservador) que o aborto é permitido nos três primeiros meses de gravidez. Uma posterior interrupção da gravidez é permitida em caso de perigo de vida ou de dano de saúde, ou no caso de a mulher não ter atingido 14 anos no momento em que se tornou grávida., ou ainda no caso de se saber que a criança será...
tracking img