Aborto

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 10 (2406 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 23 de agosto de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
ABORTO

É expulsão provocada ou não do feto, sem possuir ainda condições normais para sobreviver o aborto espontâneo ocorre por razões que se atribui ao pai, a mãe ou mesmo ao óvulo sem possibilidade de evoluir.
Nos primeiros dois meses da gravidez pode ocorrer o aborto ovular, o óvulo é expulso através de pequenas hemorragias, comumente confundidas com a menstruação.
Durante o terceiro e oquarto mês de gestação, é possível surgir o aborto embrionário; e a partir do quinto mês, se houver expulsão do feto, denominar-se-á aborto fetal.
Os acidentes ou quedas poderão originar o aborto esporádico, e quando ele é provocado trata-se de aborto criminoso.
Aborto provocado: É a expulsão intencional da criança ainda incapaz de viver fora do ventre materno.
- São inúmeros os métodos paraexpelir o feto:
- Aborto mediante meios mecânicos.
- provocação do aborto mediante substâncias químicas.
- Aborto mediante ruptura das membranas do embrião:- Esse método, desde os tempos primordiais, ainda é muito usado para interromper o desenvolvimento do feto dentro do ventre materno, consiste em introduzir na cavidade uterina uma longa agulha para romper as membranas fetais. Por membranasovulares designam-se as paredes da bolsa fetal, em cujo interior esta protegida a criança. Após a punção das membranas o líquido amniótico escoa-se, a criança morre e é habitualmente expulsa da cavidade uterina dentro de alguns dias. Esse processo abortivo é tão perigoso para a vida da mulher como o método, hoje mais usado, que falamos a seguir.
- Expulsão do feto mediante lavagem uterina:- Nesteprocesso usa-se uma seringa cujo bico longo e delgado, é introduzido através da vagina e canal cervical, até penetrar dentro da cavidade uterina; por meio dela injeta-se uma solução de água de sabão, lisol, glicerina, etc. Para compreender bem o perigo e a gravidade desse método basta imaginar a situação do feto dentro do útero materno.



O PERIGO DAS OBRAS ABORTIVAS

- Erro de caminho - Omais freqüente perigo de toda manobra abortiva feito
com uma seringa uterina ou outro instrumento análogo está no tomar caminho
errado. Quando um instrumento é introduzido sem conhecimento do caminho e
sem ser convenientemente guiado pelo dedo experiente, é muito fácil extraviar-se e penetrar na parede uterina, rompê-la e até mesmo atravessá-la e chegar a um órgão vizinho, bexiga urinaria,cavidade abdominal, intestino, provocando aí
rupturas e infecções perigosíssimas.
- Ruptura do orifício interno do útero.
- Perfuração da parede uterina.
- A peritonite.
- Envenenamento do sangue (septicemia).
- E principalmente hemorragias.


AS LEIS CONTRA O ABORTO E A SUA EFICÁCIA

Em quase todos os países a interrupção da gravidez sem ser por motivos
de ordem médica é extremamenteproibida, e às vezes punida. Também todas as religiões proíbem estritamente essa prática. Na realidade essas leis não têm o mínimo efeito, pois sabemos que as leis penais não conseguem impedir sequer 1% dos abortos. Essas proibições afetam apenas os tolos, enquanto os espertos sabem como contorná-las.

O ABORTO PROVOCADO - PROBLEMA SOCIAL E NÃO CRIMINAL

Sem duvida o hábito do aborto constitui umdos mais tristes fenômenos da
vida atual. Mas ele não cai na esfera criminal, e nem é punido, pois nossas leis são muito fracas, e não adiantaria a intervenção de juizes, mas chamar à atenção da sociedade em prevenir-se.
A solução do problema abortivo:- Só há uma solução: Em vez de punir os
indivíduos que praticam o aborto, dar-lhes a possibilidade de deixar viver essas
crianças; em lugar dequerer forçá-los, o que é utópico nestes tempos difíceis,
procurar prevenir-se, ao invés de lançar ao mundo filhos como se fossem coelhos, dando-lhes a oportunidade de educar dois a três descendentes, pois todo ser humano normal é naturalmente amigo das crianças.
A família deve ser alegrada e não sobrecarregada de filhos, de sorte que o
nascimento de mais um (não planejado) não seja, como...
tracking img