Abortar a ideia de abortar

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 3 (579 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 19 de abril de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Anteriormente, devido a grande influência religiosa, a maioria da população tinha em mente de que sexo era somente para procriação. A mudança no comportamento sexual é percebida desde que houve adisponibilidade comercial de métodos contraceptivos. Desde então, houve uma mudança de conceitos, o sexo já não estava intimamente ligado somente a reprodução. Anos depois, é descoberta e posta emprática, a fertilização in vitro (bebê de proveta), onde a separação entre sexo e procriação se tornava cada dia mais perceptível.
Com a contribuição da mídia, o erotismo se torna cada vez mais comum, estánas novelas, nos filmes, no carnaval, nas propagandas... ou seja, sexo vende! Com isso, a naturalização do sexo somente como forma de prazer se torna constante, e os erros também (sexo semproteção).Com isso, verificamos um problema social associado e acrescido a outro problema social. Miséria, logo, filhos, logo: aumento da pobreza. Crianças sem condições dignas de qualidade de vida, vítimas damiséria, da fome, consequentemente expostas a doenças, falta higiene, algumas são obrigadas a mendicância.
Ciente de todas essas consequências de um filho inesperado, a alternativa após um sexo semproteção e uma gravidez confirmada é o aborto. O aborto é a suspensão de um processo complexo, é a interrupção de uma nova vida que por falta de alternativa terá que ser apagada. Deletada, pelasconsequências de problemas sociais que foram se acumulando durante anos. O aborto não é uma escolha, ele é posto em prática quando a mulher já não vê mais outra opção para poder gerar uma vida, não é umaopção, é a falta dela.
Atualmente, os abortos são realizados ilegalmente, em clínicas clandestinas. As mulheres correm sérios riscos de vida, e com a descriminalização do aborto, não seria diferenteporque o próprio procedimento já é agressivo a mulher, pois NÃO é seguro! Existem casos de transtornos psicológicos, especificamente um conhecido como PAS (síndrome pós-aborto), onde elas vivenciam...
tracking img