Abertura de empresa

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 5 (1063 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 2 de maio de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
MANUAL PARA
ABERTURA DA FARMÁCIA











Manual para Abertura da Farmácia Código: MA-FF
Revisão: 05
Página: 1 de 24
Data: 01/08/2008

Origem:
Farma & Farma S.A. Homologado por:
Equipe de Qualidade Rubrica:


1- INTRODUÇÃO

As aptidões dos acadêmicos de farmácia, geralmente, estão mais relacionadas com a área técnica farmacêutica do que com a gestão denegócios. Para gerir uma farmácia, além do ideal da assistência farmacêutica, é imprescindível o conhecimento administrativo.
A falta de visão empreendedora aliada ao desconhecimento comercial do negócio faz com que muitos farmacêuticos tenham dúvidas e necessitem de informações seguras no processo de abertura de uma farmácia.
Ao abrir uma farmácia, percebe-se que existe uma série de exigências legais ecomerciais para o pleno funcionamento da mesma, dúvidas com relação à gestão da farmácia e outros assuntos pertinentes.

2- OBJETIVO

 Fornecer dados para o processo de abertura de uma farmácia franqueada Farma & Farma, bem como, também fornecer subsídios para uma gestão eficaz.






3- SIGLAS
CPF – Cadastro de Pessoa Física
CNPJ – Cadastro Nacional de Pessoa Jurídica
CRF –Conselho Regional de Farmácia
IE – Inscrição Estadual
FAC – Ficha de Atualização Cadastral
JUCESC – Junta Comercial do Estado de Santa Catarina
JUCEPAR – Junta Comercial do Estado do Paraná
JUCERGS - Junta Comercial do Estado do Rio Grande do Sul
DAR – Documento de Arrecadação
DARE – Documento de Arrecadação Estadual
DAS – Documento de Arrecadação do Simples
UFIR – Unidade Fiscal deReferência
PIS – Programa de Integração Social
PASEP – Programa do Servidor Público
COFINS – Contribuição Financeira de Seguridade Social
ICMS – Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços
IRPJ – Imposto de Renda Pessoa Jurídica
INSS – Instituto Nacional da Seguridade Social
SAT – Seguro de Acidente de Trabalho
TR – Taxa de Referência
TARC – Taxa de Abertura e Renovação de Crédito
FAT –Fundo de Amparo ao Trabalhador
TJLP – Taxa de Juros de Longo Prazo
IOF – Imposto sobre Operações Financeiras
PIB – Produto Interno Bruto
DOU – Diário Oficial da União
FGTS – Fundo de Garantia por Tempo de Serviço
IRPJ – Imposto de Renda da Pessoa Jurídica
CSLL – Contribuição Social sobre o Lucro Líquido
ISS – Imposto sobre Serviços
FAT – Fundo de Amparo ao Trabalhador
IPI – Imposto sobreProdutos Industrializados
ST – Substituição Tributária
ANVISA – Agência Nacional de Vigilância Sanitária


4- LEGISLAÇÃO

Disponível nos sites:
www.cff.org.br
www.anvisa.gov.br

5 - DOCUMENTAÇÃO
5.1 Imóvel
Para a abertura da farmácia é preciso, em primeiro lugar, ter um local definido.
Verificar se o local escolhido está de acordo com os critérios de zoneamento Farma e Farma, etambém com a legislação vigente. A outra preocupação é relacionada ao imóvel, que precisa estar em situação regular conforme a sua planta, e possuir o habite-se, pois caso contrário, não será possível a obtenção do Alvará Sanitário. É importante frisar que isso é de responsabilidade do proprietário do imóvel e não necessariamente do locatário. Na escolha do local da farmácia é importante verificar aquantidade de pessoas que transitam e/ou moram nas redondezas. Um estacionamento de fácil acesso nas proximidades da farmácia e a própria visualização da farmácia são fundamentais para uma clientela maior. A regalia de ter lojas de ramos diversos nas proximidades facilita as compras dos clientes, por isso, é interessante a localização da farmácia próxima a outros estabelecimentos comerciais, comosupermercados, shoppings e em ruas principais. É necessário que a farmácia meça, no mínimo, 60m2, sendo que destes, 50 m2 devem ser para a área da farmácia (dispensação, sala de aplicação, estoque), conforme especificações da Vigilância Sanitária.

5.2 Documentações para a Contabilidade
Para o registro da firma no Escritório Contábil, são necessários os seguintes documentos:
 Cinco...
tracking img