Aai modelo missao

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 5 (1026 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 6 de novembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
MODELO
Plano de Segurança


NOME DA OPERAÇÃO:
GRAU DE SIGILO: CONFIDENCIAL
CLASSIFICAÇÃO: A1, B2, A3, etc.
AUTORIDADE DETERMINANTE:
CHEFE DA OPERAÇÃO:
COORDENADOR(ES):


1. SITUAÇÃO:
Breve relato acerca do evento ou operação a se realizar;


2. MISSÃO:
Resumo da atividade de segurança a ser realizada (Ex.: Executar medidas que garantam amplamente aintegridade física e moral do Chefe de Estado…que participará do evento…);


3. OBJETIVO:
(Ex.: Salvaguardar o dignitário de possíveis danos, acidentais ou provocados premeditadamente, atentados ou quaisquer outros eventos que possam comprometer-lhe a segurança);


4. CONDIÇÕES DE EXECUÇÃO :
4.1. PROGRAMAÇÃO:
Agenda oficial do evento ou do dignitário;


4.2. CRONOGRAMA DASAÇÕES:
Relato de todas as providências tomadas para levar o plano de segurança à efeito.

|DATA |HISTÓRICO |
| |Recebimento do Ofício Solicitando segurança |
| |Solicitação ao órgão ouentidade, que prestarão informações |
| |Reuniões |
| |Início das operações de inteligência |
| |Classificação da segurança|
| |Precursora realizada na localidade do evento |


4.3. PESSOAL:


Para o cumprimento da missão de garantir a segurança do dignitário, deverá haver uma criteriosa escolha dos vigilantes de segurança pessoal privada e da segurança patrimonial e dos demais servidoresrequisitados para o trabalho, de acordo com os seus perfis.
4.3.1 – Equipes:
4.3.1.1 – Precursora
4.3.1.2 – Segurança Móvel
4.3.1.3 – Segurança Fixa
4.3.1.4 – Escalão Avançado
4.3.1.5 – Vistoria
(Varredura, Contra-medidas e Anti-Bombas)
4.3.1.6 – Tática (COT)
5. ITINERÁRIO:


5.1. Principal:
5.2. Alternativos:
Observar:
- Pontos derefúgio;
- Preferir avenidas;
- Evitar túneis e pontes;
- Pontos de estrangulamento, etc.
[pic]
6 - PLANO EMERGENCIAL DE SAÚDE:
- Ficha médica do dignitário (fator sanguíneo, alergias, cardiopatias, etc;
- Previsão de assistência de emergência ao dignitário;
- Ambulância UTI (comboio, hotel e locais de eventos);
- Hospital e equipe médica de prontidão;7. COMUNICAÇÕES:
- Montar o Plano de Comunicações;
- Deverão ser realizadas através de rádios comunicadores (HTs) portáteis e fixos (VTRs), obedecendo a convenção do código “Q”;
- Estabelecer uma CENTRAL DE COMUNICAÇÃO que deverá:
- Funcionar ininterruptamente (24h)
- Dar suporte à operação (substituição de equipamentos/baterias);
- Confeccionar o“Diagrama Rede Rádio”;
- Planilha contendo números de celulares/nextel (Plano Contingência)
[pic]


8 - ARMAMENTO:
8.1. Todos os integrantes da segurança deverão portar armamento individual com discrição, em coldre apropriado;


9. CREDENCIAMENTO:
9.1. As credenciais deverão conter ítens de segurança (pessoal/veículos);
9.2. Critérios para definiçãodos níveis de acesso;
9.3. Nomes checados nos bancos de dados policiais;
9.4. Controle sobre emissão das credenciais;
9.5. Posto de credenciamento de emergência;
9.6. Confecção de listagem dos credenciados.


10. TRANSPORTE:
10.1. Previsão do número de veículos necessários ao cumprimento da missão (modelo, blindado, reserva, etc);
10.2. Organização do...
tracking img