Ação reivindicatória c/c perdas e danos e pedido de antecipação de tutela

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 15 (3521 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 28 de fevereiro de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
EXCELENTÍSSIMO (A) SENHOR (A) DOUTOR (A) JUIZ(A) DE DIREITO DA. MM. VARA CÍVEL DA COMARCA DE .
XXXXXXXXXXXXXXX, brasileiro, casado, motorista/caminhoneiro, portador da CI/RG nº xxxxxxxx/XX, inscrito no CPF/MF sob nº xxx.xxx.xxx-xx, residente e domiciliada na Rua da Alegria, nº xx, bairro Pavão, CEP: XXXXX-XXX Curitiba – PR; por seu procurador judicial “in fine” assinado, vem, respeitosamente,perante Vossa Excelência, com supedâneo nos Art. no art. 1.228, c/c art. 273 do CPC e demais dispositivos legais atinentes a matéria, a fim de propor a presente:
AÇÃO REIVINDICATÓRIA c/c PERDAS E DANOS e PEDIDO DE ANTECIPAÇÃO DE TUTELA,
Em face de:
XXXXXXXXXXX, brasileiro, casado, residente e domiciliado na Rua Dos Anzóis, nº 013, bairro Pontal, CEP: XXXXX-XXX Curitiba – PR; aduzindo asseguintes razões de fato e de direito que a seguir passa a expor para no final requerer como de fato requer:
1. DOS FATOS:
1.2 Conforme se depreende da escritura pública de compra e venda lavrada perante o Cartório - Tabelionato Cordeiro - 1º Ofício do Serviço Notarial e Registral da Comarca de São José dos Pinhais/PR; (Doc. em anexo), a Suplicante em data de xx/xx/19xx, adquiriu da IMOBILIÁRIA PEDRABRANCA LIMITADA S/C, representada por seu Diretor, Confúcio Borba, uma PARTE IDEAL correspondente a 380,00m2, a ser destacado do lote de terreno nº 6-C-3., sem benfeitorias, com as demais características constante da MATRÍCULA nº XXXXXXX-X, do Cartório de Registro de Imóveis da XXª Circunscrição da Comarca de Curitiba – PR.
1.3 Que conforme se comprova pela Certidão emitida pelo Cartório deRegistro de Imóveis da XXª Circunscrição desta capital, às fls. xxx da referida Certidão, consta o seguinte:
R. xxx-xx.xxx – COMPRA E VENDA: - P. 111.803 – Nos termos da Escritura Pública de Compra e Venda, lavrada em 30 de agosto de 1981. As fls. 043/044 do livro 411 nas notas da certidão datada de 01 de setembro de 1994, IMOBILIÁRIA CASA DE PEDRA BRANCA LTDA S/C, já qualificada, vendeu parte idealcorrespondente à 380,00m2 do imóvel objeto desta matrícula, à XXXXXXXXXXX, brasileiro, casado, maior, motorista, portador da CI/RG sob o nº xxxx-PR e inscrito no CIC/MF sob o nº XXX.XXX.XXX-XX, residente e domiciliada à Rua DA aLEGRIA, xx, bairro Pavão. Pela importância de NCZ$ 4.600,00 (quatro mil e novecentos cruzados novos), importância esta paga da seguinte forma: NCZ$ 2.500,00, já quitado eo saldo restante de NCZ$ 2.400,00, em prestações mensais e sucessivamente de NCZ$ 300,00, cada uma, vencedo-se a primeira delas no dia xx/xx/19xx, prestações estas representadas pela emissão de 08 notas promissórias, conforme condições pactuadas. ITBI. nº 16.967. V.V.I. R$ 7.702,71. CND (dispensada conforme declaração na escritura). Custas. 3652 (VCR). R$ xxx,34. O Referido é verdade e dou fé.(RO). Ctba. xx de janeiro de 19xx. Assinado pelo OFICIAL.
1.4 Que durante todo esse tempo o Suplicante vem cuidando do imóvel e mantendo o terreno limpo, conforme exigência da Prefeitura Municipal, sendo que periodicamente comparece no local para verificar as condições de infraestrutura e melhoria no bairro e loteamento, visando, com o passar do tempo e com o crescimento do bairro, conseguir uma boavalorização do referido imóvel.
2. Sucede que, por informações de terceiros (vizinhos) em meados do mês de junho de 2010, e, após, mediante constatação in loco, para sua surpresa, o referido imóvel havia sido invadido e ocupado pelo SR. XXXXXXXXX, ora Requerido, o qual mora no imóvel ao lado fazendo divisa com o imóvel do autor;
2.1 Que o Requerido, mesmo conhecendo a pessoa do Autor e sabendoque este é o legítimo proprietário do imóvel, e sem qualquer autorização deste, agindo, portanto de forma totalmente arbitrária e clandestina, invadiu o imóvel do autor;
2.2 Que o Suplicante, viu-se esbulhado do imóvel pelo Requerido, que colocou tapume improvisado de chapas de “madeirite” cercando a frente do imóvel, de modo que ninguém tivesse acesso ou pudesse ver o que acontece no seu...
tracking img