Ação de alimentos de pai para filho

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 9 (2014 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 20 de março de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
EXCELENTÍSSIMO (A) SENHOR (A) DOUTOR (A) JUIZ (A) DE DIREITO DA ___ VARA CIVEL DA COMARCA DE SANTA IZABEL DO PARÁ – PA.


REFERENCIAL
AUTOR COM 75 ANOS


PEDRO CAMPOS COSTA, brasileiro, divorciado, aposentado, RG n. 100000 e CPF n. 000000 residente na Rua XXX, 336, Bairro XXX, XXX/SC, aqui representado por sua filha nomeada curadora, M. S., brasileira, casada, empregada doméstica, RG n.10000 e CPF n. 000000, vem respeitosamente à presença de Vossa Excelência, por seu procurador infra-firmado, propor, rogando caráter de URGÊNCIA, para os finos de ajuizarem sob o rito imprimido pela Lei nº. 5.478/68, a presente
AÇÃO DE ALIMENTOS

Em desfavor de seus filhos:
1. C. M., brasileira, casada, do lar, residente e domiciliada na Rua XXX, Bairro XXXX CIDADE, SC, CEP: ;
2. I. G.,brasileira, casada, do lar, residente e domiciliada na Av. ..., centro, CIDADE, MT, CEP
3. L. S., brasileira, separada, faxineira, residente e domiciliada na Rua XXXX, Bairro XX, CIDADE, SC, CEP:
4. L. S., brasileira, viúva, gerente de produção, residente e domiciliada ma Rua XXXX, Bairro X, CIDADE, PR, CEP: ;
5. S. M., brasileiro, casado, agricultor, residente e domiciliado na Linha XX, CIDADE,RS, CEP: ;
6. Z. M., brasileira, separada, do lar, residente e domiciliada na Rua XX, Bairro XX, CIDADE, SC, CEP: - pelos motivos de fato e de direito a seguir argüidos:
1. DOS FATOS
O autor viveu na sua casa, em Rio , RS, com seu filho S, até ter seu primeiro AVC (Acidente Vascular Cerebral), em 08 de abril de 2005, ficando apenas com seqüelas em partes do corpo.
Após sofrer um segundo AVC(Acidente Vascular Cerebral) em 14 de maio de 2005, o autor passou a viver com sua filha M. S, em Chapecó-SC, após esse problema de saúde ficou impossibilitado de fazer qualquer movimento físico, pois está com o corpo debilitado devido às seqüelas do derrame, conforme demonstra atestado médico em anexo, ficando assim impossibilitado de trabalhar.
Antes de o autor ficar impossibilitado de se locomoversozinho, devido ao derrame, ele visitava periodicamente todos os filhos, demonstrando sempre muito afeto e carinho por todos os seus descendentes, mas depois de sofrer o problema de saúde, nenhum dos filhos demonstrou interesse em cuidar do seu genitor, demonstrando desprezo e repúdio em ficar com o pai adoentado, não resultando outra saída senão a filha M. aceitar o pai em sua casa.
Diga-se,que o alimentando já não é mais pessoa jovem, mas sim idoso e doente. Embora o autor viva com sua filha, a renda de um salário mínimo da sua aposentadoria, hoje R$ 350,00 (Trezentos e cinqüenta reais), conforme demonstra o comprovante de recebimento do beneficio, não está sendo suficiente para cobrir os seus gastos com medicamentos, alimentação, vestuário, combustível para transportá-lo e empregadadoméstica, conforme demonstra os documentos em anexo. Por várias vezes a filha M. é obrigada a privar seus filhos de bens básicos e restringindo o acesso de seus filhos à educação, para poder atender as necessidades do seu pai.

2. DOS ALIMENTOS
Após várias conversas de M., com seus irmãos, para estes ajudarem financeiramente no sustento e bem estar do seu genitor, todos os acordos com os réusacabaram frustrados, pois nenhum foi cumprido com rigor.
Durante seis meses do ano de 2006, M. recebeu um total de R$ 540,00 (Quinhentos e quarenta reais) da sua irmã L.; um total de R$ 220,00 (Duzentos e vinte reais) de seu irmão S., de sua outra irmã I. recebeu no total R$ 50,00 (Cinqüenta reais), e ainda R$ 50,00 (Cinqüenta reais) da sua irmã L.. As irmãs Z. e C. prometeram cada uma em ajudarcom R$ 25,00 (vinte e cinco reais), mas nunca cumpriram com o acordo.
Outrossim, a carência, verdadeira indigência de recursos do alimentado, contraposta a franca disponibilidade financeira dos Réus alimentantes, obriga os últimos, nas qualidades de filhos, a pensionar o genitor, de forma inconcussa e irretorquível, o liame de parentesco que os une, em linha reta (primeiro grau), na relação...
tracking img