5399a60b076a1cd5fa0ac67d336e452ec352a0837bd9d 01 Manejo E Fertilidade Do Solo Para A Cultura Da Soja

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 51 (12525 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 7 de junho de 2015
Ler documento completo
Amostra do texto
www.heringer.com.br

01

Manejo e Fertilidade do Solo
para a Cultura da Soja
Renato Roscoe1
Douglas de Castilho Gitti2

Introdução
O adequado manejo da fertilidade do solo é
condição essencial para o sucesso da cultura
da soja. Diagnosticar a capacidade dos solos
em fornecer os nutrientes às plantas e planejar
as adequadas estratégias de manejo das adubações constituem importantes desafios paraa
obtenção de altas produtividades e rentabilidades.
A cultura da soja é a mais importante em termos
de área plantada e de rentabilidade para o produtor rural de Mato Grosso do Sul. Plantada em
cerca de dois milhões de hectares no Estado, é
a cultura principal para a maioria dos sistemas
de produção, incluindo os integrados.
Os gastos com fertilizantes compõem a maior
parcela dos custos deprodução da soja, representando 25% do custo total ou 36% do custeio
da safra (Richetti, 2012). Além da elevada participação nos custos, os fertilizantes são fatores
de produção com forte influência na produtividade. Portanto a sua correta utilização pode
significar a diferença entre lucro ou prejuízo.

1
2

Eng. Agr. Dr. Pesquisador da Fundação MS
Eng. Agr. M. Sc. Pesquisador da Fundação MS

O adequadouso dos fertilizantes passa pelo
que vem sendo chamado de “Manejo 4C”, onde
se procura a definição da fonte certa, na dose
certa, aplicada na época certa e com a localização certa (Casarin & Stipp, 2009). Esses são
os fundamentos das Boas Práticas para o Uso
Eficiente de Fertilizantes (BPUFs), as quais têm
como objetivo propiciar as condições adequadas para o suprimento balanceado de nutrientes paraas culturas, ao mesmo tempo em que
são minimizadas as perdas (Casarin & Stipp,
2013).
O primeiro desafio é diagnosticar adequadamente as faltas ou excessos de nutrientes,
o que se faz através de análise de solo e de
folhas, avaliações dos balanços de nutrientes
(entradas e exportações), sensores para avaliação de cor da folha ou teores de clorofila, ou
mesmo diagnose visual de sintomas dedeficiência. Uma vez feito o diagnóstico as estratégias são traçadas, com recomendações para
correção da acidez, condicionamento de perfil
do solo e adubações corretivas ou de manutenção. Essas estratégias serão, evidentemente,
diferentes para as áreas de abertura e áreas
consolidadas em sistema plantio direto (SPD).

Para a abertura de áreas para soja na maior
parte de Mato Grosso do Sul, houve e há anecessidade de correção da acidez e construção
da fertilidade dos solos, com aumento dos teores de cálcio, magnésio, nitrogênio, fósforo,
potássio, enxofre e micronutrientes. Uma vez
corrigidos, os desafios encontram-se na manutenção ou gradual incremento da fertilidade
nas áreas consolidadas, onde não mais se recomenda a movimentação dos solos em SPD.
Passam a ser fundamentais processos deciclagem de nutrientes, como a rotação de culturas
em sistemas integrados com elevado aporte de
resíduos.
Outro aspecto importante para sistemas consolidados de produção de soja é a crescente utilização de adubações a lanço em área total, o
que pode ter implicações distintas dependendo
do tipo de solo, sistema de manejo, aporte de
resíduos e nutriente em questão.
No presente capítulo, será feita umadiscussão
sobre os principais pontos envolvidos no manejo da fertilidade do solo buscando as melhores
recomendações para a máxima produtividade e
economicidade da soja em sistemas de produção de Mato Grosso do Sul.

Diagnóstico da Fertilidade do
Solo e do Estado Nutricional
O primeiro passo para a adequada recomendação de adubações é o correto diagnóstico
das suas necessidades. A análise de solo éutilizada para caracterizá-lo quanto à quantidade
e disponibilidade dos nutrientes essenciais às
plantas. A análise foliar é complementar, sendo
utilizada para verificação do balanço nutricional
e da eficiência das estratégias de adubação.
Recomenda-se que essas duas estratégias sejam utilizadas juntas, de forma complementar,
assim como o acompanhamento do balanço
entre entradas (adubos e...
tracking img