397565140132

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 7 (1722 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 24 de abril de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
UNIVERSIDADE PARA O DESENVOLVIMENTO DO
ESTADO E DA REGIÃO DO PANTANAL – UNIDERP.
FACULDADE MUNICIPAL DE CORDEIRÓPOLIS.
CURSO DE PEDAGOGIA




AMANDA MARQUEVITZ ZORZO RIBEIRO RA: 363103
Amanda.m.ribeiro@live.com
FABIANA DE ARAUJO BRITO RA: 363188
Fabi_euphonista@hotmail.com
MARCIA CRISTINA ARIOZI DOS SANTOS RA: 363241
Márcia_grecio@hotmail.com
MICHELLE FERREIRA DE SOUZA ARIOZI RA:363297
Michelleloba@hotmail.com
RAFAELA BENFICA MOREIRA RA: 363277
Rafaela_b_moreira@hotmail.com



LEITURA E PRODUÇÃO DE TEXTO




CORDEIRÓPOLIS-SP
2012


AMANDA MARQUEVITZ ZORZO RIBEIRO RA: 363103
FABIANA DE ARAUJO BRITO RA: 363188
MARCIA CRISTINA ARIOZI DOS SANTOS RA: 363241
MICHELLE FERREIRA DE SOUZA ARIOZI RA:363297
RAFAELA BENFICA MOREIRA RA: 363277







LEITURA E PRODUÇÃO DE TEXTO
Leitura e os Sentidos do Texto



Trabalho da disciplina Leitura e Produção de Texto do 1º semestre do Curso de Pedagogia da Uniderp Interativa, sob orientação do professor Silvio e professora local Viviane Denardi.






CORDEIRÓPOLIS-SP
2012


INTRODUÇÃO

Neste trabalho acadêmico será apresentadaa temática de gêneros textuais, que referem-se a textos de qualquer natureza, literários ou não literários. Ou então podemos dizer que modalidades discursivas constituem as estruturas e as funções sociais (narrativas, discursivas e argumentativas) , utilizadas como formas de organizar a linguagem. Dessa forma, podem ser considerados exemplos de gêneros textuais: anúncios, convites, atlas, avisos,programas de auditórios, bulas, cartas, cartazes, comédias, contos de fadas, crônicas, editoriais, ensaios, entrevistas, contratos, decretos, discursos políticos, histórias, instruções de uso, letras de música, leis, mensagens, notícias. São textos que circulam no mundo, que têm uma função específica, para um público específico e com características próprias. Aliás, essas característicaspeculiares de um gênero discursivo nos permitem abordar aspectos da textualidade, tais como coerência e coesão textuais, impessoalidade, técnicas de argumentação e outros aspectos pertinentes ao gênero em questão.
Ou seja, observamos que não é nada mais e nem nada menos que sempre que nos manifestamos linguisticamente, o fazemos por meio de textos. E cada texto realiza sempre um gênero textual. Cada vezque nos expressamos linguisticamente estamos fazendo algo social, estamos agindo, estamos trabalhando.
Cada produção textual, oral ou escrita, realiza um gênero porque é um trabalho social e discursivo. As práticas sociais é que determinam o gênero adequado.Mas o que então pode ser classificado como gênero textual? Pode–se dizer que os gêneros textuais estão intimamente ligados à nossa situaçãocotidiana. Eles existem como mecanismo de organização das atividades sociocomunicativas do dia-a-dia.








DESENVOLVIMENTO
Estratégias de Leitura, Produção de Sentido e Concepção.

Gêneros Textuais pode se classificar em uma narração, descrição, argumentação, exposição e injunção, onde temos infinitas formas que podemos observar, tanto em uma historia em quadrinhos, carta, e-mail,anuncio propaganda, entrevista, artigo entre outros. Sabemos sobre a importância da leitura e a necessidade de cultivar o habito de leituras entre crianças e adultos; Mas o que é ler? Em que a leitura pode nos auxiliar?
Entende-se que a leitura é uma atividade de capacitação de ideias do autor onde caba tendo uma interação do autor, texto e leitor; esse processo de leitura foi construído dediferentes formas. Segundo a metáfora de Liffa, “A leitura é uma forma de reconhecimento do mundo através de espelhos”. Sendo assim, comparamos esse processo com representações imagéticas de espelhos, com o intuito de facilitar o entendimento de elementos relacionados onde podemos chamar de Concepção de Leitura.
Já nas Estratégias de Leitura, a intenção do autor é que o leito nesse processo avalie,...
tracking img