365464654654

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 13 (3032 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 19 de abril de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
ANHANGUERA EDUCACIONAL S.A.

Faculdade Anhanguera de Campinas

Curso de Ciência da Computação

Clodoaldo dos Santos Carrero 1053002128,
Marcia M. Santos do Rosario 1011780117,
Maycon Jefferson Mascelloni 1001793128,
Robson Buzois Marciotto 1033941409,
William dos Santos Gomes 7866744.








Sistemas Distribuídos

Campinas
2013LISTA DE SIGLAS

ABNT Associação Brasileira de Normas e Técnicas
AESA Anhanguera Educacional S.A.




SUMÁRIO











Introdução 04


Conceito 05


Beneficios 07

Gerenciamento de Threads........................................................................08

Virtualização 09Cliente.........................................................................................12

Servidor 14

Migração do código...........................................................................17



















Introdução

As threads são definidas como processos de pouco peso.
São a unidade básica do processador central de um programa sendo um córrego sequencial da execução dentro de um processo.

Com o intuito de mostrar umavisão geral sobre o assunto, abordaremos conceito, benefícios, utilizações, gerenciamento e características de threads em alguns Sistemas Operacionais, bem como algumas aplicações.











Conceito
Processo com entidade própria, com próprio contexto de escalonamento, mas que compartilha a estrutura de dados com seu pai.

Thread ou processo leve é uma unidade básica de utilizaçãode CPU que consiste em: apontador de instruções, conjunto de registradores e espaço de pilhas.

Uma thread compartilha com threads irmãs: a área do código, a área de dados e
recursos do sistema operacional.

Em uma tarefa dotada de múltiplos fluxos de execução, enquanto um fluxo está bloqueado esperando, um outro fluxo na mesma tarefa pode continuar rodando.

Cooperação de múltiplas threadsem uma mesma tarefa aumenta o throughput e performance.

O mecanismo de threads permite que processos sequenciais sejam executados paralelamente, apesar de poderem fazer chamadas ao sistema que bloqueiam processos.

Na programação é um processo que faz parte de um processo maior ou programa. Em uma estrutura de dados em forma de árvore, um ponteiro que identifica o nó imediatamente
superior(Pai) sendo usado para facilitar o percurso da árvore (CASTRO, 1998).
As threads operam de forma semelhante a processos quanto ao seu estado, podem ser pronto, bloqueado, executando e terminado, apenas uma thread de cada vez em execução na CPU, executa sequencialmente e pode criar threads filhas.

E se diferem de processos, por exemplo, quando uma thread bloqueia, outra da mesma task pode serexecutada, não são independentes umas das outras, podendo invadir o espaço de outra a invalidando, não são protegidas umas das outras.














Beneficios

Criar/terminar uma thread é mais rápido que criar/terminar um processo.

O chaveamento de duas threads (do mesmo processo) gasta menos tempo que o chaveamento entre dois processos diferentes.

As threads de um processocompartilham memória e arquivos e podem se comunicar sem a intermediação (invocação) do núcleo.

Aplicações que requerem o compartilhamento de buffers (por exemplo, produtores e consumidores) se beneficiam da utilização de threads.



















Gerenciamento de threads
Suspender um processo acarreta a suspensão de todas as suas threads, considerando que elascompartilham o mesmo espaço de endereçamento.

A terminação de um processo termina todas as threads dentro do processo.

Podem ser implementadas em dois níveis diferentes: nível do usuário e nível do núcleo.

Nível do Usuário:
Todo o gerenciamento é feito pela aplicação; o núcleo não conhece a existência de threads; o chaveamento não requer a intervenção do núcleo (execução em modo privilegiado); o...
tracking img