31 Metas de jk

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 11 (2678 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 13 de dezembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
31 Plano de Metas de JK
Professor Claudemar Timóteo Teichmann
Economia Brasileira

Acadêmico:
Jader Vogel Barreto

Pimenta Bueno – RO
23 de novembro de 2012
INTRODUÇÃO
O Plano de Metas dividiu-se em 31 metas que privilegiavam 5 setores da economia brasileira: energia, transporte, indústrias de base, alimentação e educação. Os setores que mais recursos receberam foram energia,transportes e indústrias de base, num total de 93% dos recursos alocados. Esse percentual demonstra por si só que os outros dois setores incluídos no plano, alimentação e educação, não mereceram o mesmo tratamento dos primeiros. A construção de Brasília não integrava nenhum dos cinco setores, mas representou o novo Brasil que JK pretendia formar, uma vez que permitiu a expansão rumo ao interior, que por suavez estaria integrado com o resto do Brasil por rodovias. Nesse plano, JK reuniu o capital estatal, privado nacional e o estrangeiro. As metas são as seguintes:
* Energia (metas de 1 a 5)Energia elétrica Energia nuclearização de petróleo
* Transportes (metas de 6 a 12)Reativar estradas de ferro Estradas de rodagem Portos Barragens Marinha mercante Aviação
* Alimentação (metas de 13a 18) Trigo Armazenagem e silos Frigoríficos Matadouros Tecnologia no campo Fertilizantes
* Indústrias de base (metas 19 a 29)Alumínio Metais não ferrosos Álcalis Papel e celulose Borracha Exportação de ferro Indústria de automóveis Indústria de construção naval Máquinas pesadas Material elétrico.
* Educação (meta 30)
* Brasília (meta 31)
Veremos a seguir a análise mais detalhadado que foi realizado no plano de metas em cada setor.

ENERGIA
O esforço principal seria realizado com vistas à ampliação da capacidade geradora de energia elétrica. A falta de inversões neste setor, compatíveis com a ampliação das inversões privadas, no período que se estende do pós-guerra ao fim dos anos 40, havia engendrado séria crise nos primeiros anos do decênio seguinte. Apesar destacrise ter sido rapidamente superada em 1954/56, dado o crescimento capacidade geradora instalada de energia elétrica para suporte da contínua expansão industrial, fazia-se necessário prever a manutenção de uma taxa de crescimento anual de produção de energia elétrica pelo menos superior a 10% aa.
Foi crescente a afirmação das empresas públicas de energia elétrica neste período, o Plano de Metaspropôs a reorganização do setor: as empresas federais investiriam na produção, ficando a distribuição com o setor privado. O plano destinou para o setor de energia mais de 43% dos investimentos, dos quais cerca de 55% foram para a área de energia elétrica.
Nesse período, foi construída a usina de Furnas, essencial para os consumidores do Sudeste, pois instalou 1.200 MW no rio Grande, em MinasGerais. Em função do Plano de Metas, a potência instalada no país chegou a 4.777 MW em 1960 e, em 1965, atingiu 7.411 MW - isto é, 89% do previsto. Em julho de 1960, JK assinou a Lei nº 3.782, criando o Ministério das Minas e Energia.
Em 1954, com a criação da empresa estatal Petrobras, havia-se definido uma política petrolífera que, por um lado, perseguia a substituição integral das importações decombustíveis líquidos, através da instalação de parque refinador, e, por outro lado, previa, com a implantação de um programa, de prospecções, a ampliação da produção nacional de petróleo.
No ramo de energia nuclear, 100% da meta foi alcançada com novas prospecções, implantação de termelétricas e instalação de um reator da Universidade de São Paulo (USP). Quanto ao petróleo, na área de produção 76%da meta foi realizada e na de refinação atingiu-se 125% do objetivo proposto. Ainda no setor energético, o programa propunha uma modificação estrutural na indústria carvoeira em crise devido a maior utilização do diesel na rede ferroviária, que deixou sem procura os tipos inferiores de carvão, de produção obrigatória.
TRANSPORTES
Neste setor, o Plano de Metas procurava intensificar o processo...
tracking img