1263 3

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 615 (153730 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 13 de março de 2015
Ler documento completo
Amostra do texto
UNIVERSIDADE FEDERAL FLUMINENSE
INSTITUTO DE CIÊNCIAS HUMANAS E FILOSOFIA
PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM HISTÓRIA

MONICA PICCOLO ALMEIDA

REFORMAS NEOLIBERAIS NO BRASIL:
A Privatização nos Governos Fernando Collor e Fernando Henrique Cardoso

Niterói
2010

MONICA PICCOLO ALMEIDA

REFORMAS NEOLIBERAIS NO BRASIL:
A Privatização nos Governos Fernando Collor e Fernando Henrique Cardoso

Teseapresentada ao Programa de PósGraduação em História da Universidade
Federal Fluminense, como requisito parcial
para obtenção do Grau de Doutor. Área de
Concentração: História Social

Orientador: Profa. Dra. Sônia Regina de Mendonça

Niterói
2010

Ficha Catalográfica elaborada pela Biblioteca Central do Gragoatá
A447

Almeida, Monica Piccolo.
Reformas neoliberais no Brasil: a privatização nos governosFernando Collor e Fernando Henrique Cardoso / Monica Piccolo
Almeida. – 2010.
427 f.
Orientador: Sônia Regina de Mendonça.
Tese (Doutorado) – Universidade Federal Fluminense, Instituto
de Ciências Humanas e Filosofia. Departamento de História,
2010.
Bibliografia: f. 353-368.
1. Privatização - Brasil. 2. Neoliberalismo - Brasil. 3. Gramsci,
Antonio, 1891-1937. 4. Brasil – Presidente (1990-1992);Fernando Collor. 5. Cardoso, Fernando Henrique, 1931- I.
Mendonça, Sonia Regina de. II. Universidade Federal
Fluminense. Instituto de Ciências Humanas e Filosofia. III.
Título.

MONICA PICCOLO ALMEIDA

REFORMAS NEOLIBERAIS NO BRASIL:
A Privatização nos Governos Fernando Collor e Fernando Henrique Cardoso

Tese apresentada ao Programa de PósGraduação em História da Universidade
Federal Fluminense, comorequisito parcial
para obtenção do Grau de Doutor. Área de
Concentração: História Social
Aprovada em

/

/
BANCA EXAMINADORA

___________________________________________________________________________
Profa. Dra. SONIA REGINA DE MENDONÇA – UFF (Orientadora)

___________________________________________________________________________
Prof. Dr. ARY CESAR MINELLA – UFSC___________________________________________________________________________
Prof. Dr. CARLOS GABRIEL GUIMARÃES – UFF

___________________________________________________________________________
Profa. Dra MARIA LETÍCIA CORRÊA – FFP – UERJ

_________________________________________________________________________
Prof. Dr. THÉO LOBARINHAS PIÑEIRO – UFF_________________________________________________________________________
Profa. Dra. DILMA ANDRADE DE PAULA – UFU (suplente)

_________________________________________________________________________
Profa. Dra VIRGÍNIA FONTES – UFF (suplente)

Eu acordo pra trabalhar, eu corro pra trabalhar, eu vivo pra
trabalhar. Eu não tenho tempo de ter, o tempo livre de ser e
nada ter que fazer.
(Herbert Vianna).
Duas perguntas acompanharam toda a elaboração dessa
tese: “Mãe,já acabou?”, “Dinda, falta muito?” Agora, posso
dizer: Sim, já acabou. Sim, agora tenho tempo de ser. Ser sua
Mãe, João. Ser sua Dinda, Pris.
Essa tese eu dedico aos dois grandes amores da minha vida
que mais privações sofreram: João Pedro e Priscilla.

AGRADECIMENTOS
Nenhum agradecimento é o bastante para compensar não só minhas prolongadas
ausências, como o apoio incondicional de quatro pessoasem especial: Maria, Sônia, João e
Priscilla.
Minha mãe, Maria, sem a qual nada disso teria sido possível. Mesmo sem entender
exatamente o que eu tanto fazia trancada no escritório, sempre me dizia: “Vai, filha. Está
acabando.”
Minha irmã, Sônia, que no afã de me ajudar e de me apoiar, incondicionalmente,
muitas vezes, ouvia respostas ásperas. A essa irmã tão especial e tão fundamental em minhavida, que muitas vezes me interrompia com seus incessantes telefonemas, meu obrigada e,
principalmente, minhas desculpas.
Duas pessoinhas, porém, atravessaram todo esse longo trajeto de privações com uma
enorme paciência. Aguentaram meu mau humor constante. Meu cansaço contínuo. Aqui,
nestas páginas, encontram-se todos os filmes que não vimos. Todas as praias que perdemos.
Todos os programas que...
tracking img