10 Classes gramaticais

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 5 (1180 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 14 de janeiro de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
Bósnia e Herzegovina


-------------------------------------------------
Bósnia e Herzegovina

Bósnia e Herzegovina (ou de forma abreviada Bósnia; em servo-croata Bosna i Hercegovina ou Босна и Херцеговина) é Uma  república federal dos Balcãs, resultante da dissolução da Jugoslávia, limitada a norte e oestepelaCroácia, a leste e a sul pela Sérvia, e a sul pelo Montenegro, dispondo ainda de uma minúscula extensão de litoral, no Mar Adriático. Sua capital é a cidade de Sarajevo. É composta por duas entidades politicamente autónomas, a Federação da Bósnia e Herzegovina (federação croato-bosníaca) e a República Sérvia (também conhecida como República Sprska, que não deve ser confundida com a Sérviapropriamente dita).
-------------------------------------------------
História
A partir do século VII, várias partes da região que hoje corresponde à Bósnia e Herzegovina foram tomadas pelos sérvios, croatas, húngaros, venezianos ebizantinos. No século XII, o Reino da Hungria passou a governar o território, delegando o poder a vice-reis distritais de origem bósnia, croata e húngara. Anos depois, aregião foi invadida pelo Império Otomano e, depois de várias batalhas, tornou-se uma província turca. Durante os séculos XVI e XVII, a Bósnia foi um ponto estratégico nos conflitos constantes contra os Habsburgos e contra Veneza. Durante este período, a maior parte da população converteu-se ao Islão.
Depois da guerra russo-turca, entre 1877 e 1878, a Bósnia e Herzegovina ficou sob controlo do ImpérioAustro-Húngaro, tendo sido anexada em 1908. A nova Constituição dividiu o eleitorado em ortodoxo, católico e muçulmano, o que contribuiu muito pouco para travar o crescente nacionalismo sérvio. Em 1914, o arquiduque austríaco Francisco Fernando foi assassinado em Sarajevo por um nacionalista sérvio. Esse acontecimento foi a gota de água para o início da Primeira Guerra Mundial. Em 1918, a Bósnia eHerzegovina foi anexada à Sérvia, como parte do Reino dos sérvios, croatas e eslovenos. Em 1946, os dois territórios formaram aRepública Socialista Federativa da Jugoslávia, de regime comunista, sob o comando de Josip Broz Tito.
Com o colapso do comunismo, em 1989-1990, a Jugoslávia mergulhou numa onda de nacionalismo extremo. Depois de aCroácia abandonar a federação, em 1991, os croatas bósniose os muçulmanos aprovaram um referendo a favor da criação de uma república multinacional e independente. Mas os sérvios bósnios recusaram separar-se da Jugoslávia, que nessa altura se encontrava sob o domínio da Sérvia. Em 1992, a Bósnia e Herzegovina foi arrastada para uma guerra civil sangrenta e devastadora, em que as populações acabaram por ser saneadas das regiões tomadas por cadanacionalidade. Em 1995 foi assinado o Acordo de Dayton e desde essa altura as forças da Organização das Nações Unidas encontram-se no território para garantir o cumprimento dos acordos de paz.
-------------------------------------------------
Demografia
De acordo com o censo de 1991, a população da Bósnia e Herzegovina é composta por:
* 44% de bósnios étnicos (então declarados como "muçulmanos"),* 31% de sérvios,
* 17% de croatas,
* 6% da população a declarar-se "jugoslava", o que inclui os filhos de casamentos mistos e os patriotas jugoslavos.
Existe uma forte correlação entre a identidade étnica e a religião: 88% dos Croatas são católicos romanos, 90% dos Bósnios seguem o Islão e 99% dos Sérvios são cristãos ortodoxos.
De acordo com os dados de 2000 do CIA World Factbook, aBósnia é, etnicamente, composta por 48% bósnias, 37,1%sérvia, 14,3% croata e 0,6% outra.[4]
As cidades principais são a capital, Sarajevo, Banja Luka no noroeste, Tuzla no nordeste e Mostar, a capital daHerzegovina.

Religião
Em termos religiosos, a distribuição estatística das crenças dos habitantes da região da antiga Jugoslávia é a seguinte: 88% dos Croatas são católicos romanos, 90% dos...
tracking img