1 E 2 guerra mundial

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 6 (1315 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 30 de agosto de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
PRIMEIRA GUERRA MUNDIAL
(1914-1918)
O final do século XIX e a primeira década do século XX a
Europa se destaca pela invenção do cinema e da máquina
fotográfica e tendo como definida como “Belle Époque”,

assim as potências desse continente também procuravam
se organizar dentro de um espírito de “paz armada”.

1882 = Formação da Tríplice Aliança (Alemanha,
Itália e Áustria).
1907 =Formação da Tríplice Entente (Inglaterra,
França e Rússia).
1914 = Eclosão da Primeira Guerra.
1917 = Entrada dos EUA (Estados Unidos da
América) e saída da Rússia na Guerra.
1918 = Rendição Alemã.
1919 = Tratado de Versalhes.

ANTECEDENTES DO CONFLITO
A partir do avanço das máquinas a vapor e por novas fontes de
energia, exigiu das nações européias a abertura de novos
mercadosconsumidores e fornecedores de matérias-primas para
a produção industrial em franco crescimento.
Com este crescimento no mercado externo, propiciou a necessidade
de se promover a exportação dos capitais excedentes
disponíveis nas áreas industrializadas para regiões onde
pudessem promover o fortalecimento das potências capitalistas
em expansão.
Na metade do século XIX as potência européias passarampor uma
crise de superprodução fabril, estimulando a disputa de
mercados e definindo a competição imperialista sobre as área
periférica do capitalismo.
Assim podemos destacar a partilha do continente africano definida
pelas potências européias durante a Conferência de Berlim de
1885, onde iniciou a disputa.

A essa nova realidade que surgia, apontava os limites
da expansão do mundo liberalcapitalista, a partir
dessa rivalidade, as potências européias que
possuíam pontos convergentes na disputa
imperialista procuravam se aproximar para a
formação de sistemas de alianças. Os sistemas de
alianças tinham como objetivo a garantia de defesa
militar mútua entre os membro de acordo, já em
1882, Alemanha, Itália e Áustria organizaram o pacto
militar da Tríplice Aliança; já aInglaterra, França e
Rússia em 1907, organizaram o pacto militar da
Tríplice Entente.

A constituição desses países em suas respectivas alianças definiu-se
em função de uma variada gama de motivações. A tradicional
potência européia, a Inglaterra sente-se prejudicada com a
ascensão do emergente parque industrial alemão. O II Reich
Alemão, unificado em 1870 e pelo Kaiser Guilherme, despontou
nofinal do século XIX como uma superpotência industrial,
desbancando do mercado internacional os tradicionais produtos
da Inglaterra, sendo que esta vinha exercendo a industrialização
desde o século XVIII sendo ofuscada militarmente pela
supremacia das forças navais germânicas, responsável pela
invenção do submarino no início do século XX.

A rivalidade em relação ao II Reich Alemão tambémera
nutrida pelo Estado francês que no processo da
unificação alemã, perdeu na Guerra Franco-Prussiana
em 1870, o controle das regiões da Alsácia-Lorena,
ricas em recursos minerais.

O pan-eslavismo, defende a união dos povos eslavos sob o
escudo do Império Russo, e foi contra o pangermanismo, defensor da união dos povos de origem
germânica sob o escudo do Império Alemão.
Nesta épocavárias regiões do mundo, desenvolveram vários
movimentos de caráter nacionalista que indistintamente
lutam pela definição de territórios que abriguem
diferentes povos ainda desprovidos de Estado, numa
forma de explorar na mão-de-obra e matéria-prima
barata.
Aliado no Império Turco, o II Reich propôs a criação de uma
ferrovia internacional que ligaria a capital alemã, Berlim,
a Bagdá,importante centro produtor de petróleo no
Oriente.

O projeto de ferrovia Berlim-Bagdá desagradou aos povos
eslavos, porque a trajetória cortaria a região balcânica,
território pretendido pelo Império Russo.
O estado balcânico da Sérvia, militarmente mais estruturado,
queria estabelecer a criação da Grande Sérvia, unificando
todos os estados de origem eslava, passando a ser defendida
pelo...
tracking img