Ética nas organizações

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 24 (5799 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 27 de fevereiro de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
FACULDADE RATIO

TECNÓLOGO EM SEGURANÇA DO TRABALHO

Elaborado: Cícero Moura da Silva

A MEDICINA NO TRABALHO E A SEGURANÇA DO
TRABALHADOR

Trabalho apresentado a Professora Magda Lima,
da disciplina Metodologia, da turma 310, turno Noite

FORTALEZA
Novembro de 2012

RESUMO

Como artigo para debate, este texto apresenta três
questões consideradas cruciais pelos autores: (a)ausência de
uma efetiva Política Nacional de Saúde do Trabalhador que
coloque um marco conceitual claro, apresente diretrizes de
implementação e proponha estratégias e planos de ação e de
avaliação para efetivá-la; (b) fragmentação e dispersão da
produção científica da área, prejudicando a importante
colaboração

que

a

Academia

fundamentar

as

necessidades

poderia
dosoferecer

agentes

para

políticos,

movimentos sociais, gestores e profissionais de saúde; (c)
enfraquecimento

e

pouca

capacidade

de

pressão

dos

movimentos sociais e dos trabalhadores, evidenciando a falta
de qualificação das demandas, diante dos desafios do
momento presente do mundo do trabalho no Brasil. O método
deste trabalho consistiu na revisão crítica dedocumentos e
publicações da área a fim de fundamentar o tom do debate e
as questões levantadas. As bases teóricas de toda a
argumentação são os textos que tratam da reestruturação
produtiva no Brasil, sobretudo os que analisam os efeitos
nefastos desse processo e, também, os fundamentos do
chamado "campo de saúde do trabalhador".
Palavras-chave: Política de saúde do trabalhador, Saúde etrabalho, Reestruturação produtiva e saúde.
ABSTRACT
This theoretical paper for debate presents three crucial
questions about the workers health subject: (a) t he absence of
a National Policy that gives a conceptual fundament, guides for
implementation, strategies and plans for action and evaluation
of its effectivity; (b) fragmentation and dispersion of the
scientific production of the area,defaulting the important
contribution that the academic sector could offer for fundament
the action of health policy makers, social movements,
executives and professionals of the area; (c) weakness and
lowcapacity of social movem ents and workers representative
groups, in the actual crises resulted of the productive
restructuring, to formulate qualified demands for respond with

adequateinstruments the contemporary problems of the
workers situation in Brazil. The method used to construct this
article was a critical revision of the official doc uments and of the
scientific production of the area named in Brazil as "workers
health movement". They founded the analyses and the
emergent questions. The theoretical basis comes from the
literature about productive restructuring inBrazil, mainly that
who treats about its worse effects in the health of working class
population; and classic texts that articulate the workers' health
knowledge field.
Key words: Workers health policy, Health and work,
Productive restructuring and health.

INTRODUÇÃO:
Passaram-se quase 20 anos da realização da 1ª
Conferência Nacional de Saúde dos Trabalhadores (I CNST), e
até hoje não seconseguiu implantar uma Política Nacional de
Saúde do Trabalhador (ST) no país. Da mesma forma que em
outros campos, essa dificuldade de im plementação é resultante
de muitos fatores: deficiências históricas na efetivação das
políticas públicas e sociais no país; baixa cobertura do sistema
de proteção social; fragmentação do sistema de seguridade
social concebido na Constituição de 1988 para funcionar
integradamente; situação agravada, nos últimos anos, pela
inexorável reestruturação produtiva que vem transformando
profundamente a configuração do mundo do trabalho e o
modelo de atenção com o qual se habituaram a atuar os que
militam no setor. As indiscutíveis mudanças ocorridas nos
processos produtivos e nas relações sociais de produção nos
últimos 20 anos (coincidindo com o...
tracking img